DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Alterações sanguíneas provocadas pela infecção por dengue são destaques da revista do IOC/Fiocruz

leave a comment »



Estudo inédito realizado em parceria entre os Laboratórios de Imunologia Viral e de Vírus Respiratórios e Sarampo do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) e o Hospital Universitário Antônio Pedro (UFF) mostra algumas distinções nas alterações sanguíneas provocadas pela dengue e pelo parvovírus humano. O foco do estudo foi a análise de quatro tipos de proteínas reguladoras de inflamação e cuja produção pode aumentar até 80 mil vezes durante quadros infecciosos: as proteínas CXCL10/IP-10, CCL2/MCP-1, CCL4/MIP1β e IL-1Ra. Foi verificado que o índice de IL-1Ra e CXCL10/IP-10 é mais prevalente em casos de dengue e a concentração de CCL2/MCP-1 tende a ser maior na infecção por parvovírus humano. O estudo também comprovou que a manifestação de febre é mais recorrente nos casos de dengue. Os dados são relevantes para embasar estratégias de distinção entre as duas infecções.

Anúncios

Written by I.E.C - CCZ

06/03/2012 às 10:51 am

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: