DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Município continua em alerta com densidade larvária de 3.1

leave a comment »


DSC_1324[1]Os últimos números referentes ao Índice de Densidade Larvária (IDL) realizado em Rio Claro neste mês de abril mantêm o município em estado de alerta com relação a proliferação do mosquito Aedes aegypti. Aferido pelo índice Breteau, o IDL medido este mês apontou 3.1, superando o registrado em janeiro, de 2.0. Ambos estão acima do índice satisfatório preconizado pela Organização Mundial de Saúde. A divulgação foi feita esta manhã pela Chefe de Núcleo de Combate a Endemias, Maria Júlia Guarnieri Baptista, durante a reunião do Comitê de Antropozoonoses, realizada no Núcleo Administrativo Municipal.

 De acordo com a OMS, número menor que 1 registrado no Breteau é classificado como tolerável; de 1 a 3,9, situação de alerta; e superior a 4, situação de risco. Segundo a Chefe de Núcleo, o Centro de Controle de Zoonoses tem utilizado todas as formas de prevenção recomendadas. Agentes fazem visita casa a casa diariamente orientando os moradores. Nos chamados Pontos Estratégicos (PE) que reúnem oficinas, borracharias entre outros, foram feitas 266 visitas entre março e abril. Já nos Imóveis Especiais (IE), entre eles escolas, empresas e hospitais, mais de 70 imóveis foram visitados no mesmo período. Além disso o município mantém a operação Arrastão, realizada nos sábados. De janeiro a abril já foram retiradas 9,5 toneladas de material considerado criadouro do mosquito Aedes aegypti.

 

Na reunião, a Vigilância Epidemiológica também atualizou os casos de pessoas que contraíram Dengue e Chikungunya este ano. Rio Claro registrou de janeiro até hoje, 90 casos suspeitos de Dengue. Desses 15 deram positivo e 50 foram descartados. No mesmo  período foram 14 casos suspeitos de Chikungunya, sendo que 10 deles já foram descartados e não há casos positivos até o momento. Também não há casos registrados de Zika ou Febre Amarela.

 

Para conter o avanço dessas doenças é preciso que a população fique atenta a criadouros que possam existir nas casas. Baldes, garrafas ou qualquer outro recipiente que possa acumular água precisam ser descartados ou colocados em local coberto.

Written by I.E.C - CCZ

02/05/2018 às 7:49 am

Publicado em LIVRE

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: