DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

CCZ ORIENTA SOBRE DOENÇAS QUE PODEM SER TRANSMITIDAS EM ENCHENTES

leave a comment »


Alagamentos e enchentes nesta época do ano são comuns e responsáveis por inúmeros problemas ligados à saúde pública.

Nesta época de chuvas, em locais afetados por desastres naturais, resultam em conseqüências como doenças e animais peçonhentos.

Águas de enchentes podem estar contaminadas com urina de ratos, o que aumenta o perigo da  transmissão da Leptospirose. O contato com estas águas ou ingestão de alimentos contaminados por elas, facilitam a penetração da Leptospira spp, bactéria responsável pela doença.

O período de incubação, ou seja, tempo entre a infecção da doença até o momento que a pessoa leva para manifestar os sintomas, pode variar de 1 a 30 dias e normalmente ocorre entre 7 a 14 dias após a exposição a situações de risco. 

Os principais sintomas da fase precoce são:

  • Febre
  • Dor de cabeça
  • Dor muscular, principalmente nas panturrilhas
  • Falta de apetite
  • Náuseas/vômitos
  • Diarréia


Em alguns casos, o doente pode apresentar: Icterícia (cor amarelada da pele) e alterações no volume e na cor da urina (mais escura).

Para os casos leves, o atendimento é ambulatorial, mas, nos casos graves, a hospitalização deve ser imediata, visando evitar complicações e diminuir a letalidade. A automedicação não é indicada. Ao suspeitar da doença, a recomendação é procurar um serviço de saúde e relatar o contato com exposição de risco.

Com os alagamentos, outro problema que pode ocorrer é em relação aos animais peçonhentos, que são obrigados a sair dos seus esconderijos naturais, procurando abrigo dentro das casas. Com isso, aumentam o número de acidentes com esses animais.

Caso encontre um animal peçonhento (cobra, aranha, escorpião) em qualquer situação, afaste-se com cuidado. Evite assustar ou tocar os animais, mesmo que pareçam mortos, e procure o Centro de Controle de Zoonoses através dos telefones : 3535-4441 ou 3533-7155 para orientações e providências.

Após as chuvas, milhares de locais ficam com água parada e  servem de criadouros para mosquitos como o Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela.

Eliminar qualquer quantidade ou local de água parada é fundamental para evitarmos novas epidemias. O Centro de Controle de Zoonoses solicita a colaboração da população neste sentido.

As vistorias do CCZ devem ser solicitadas  através da Ouvidoria Municipal: 3526-7105.

Written by I.E.C - CCZ

19/01/2021 às 8:50 am

Publicado em LIVRE

Tagged with , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: