DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Archive for the ‘ANIMAIS PEÇONHENTOS’ Category

CCZ EM TREINAMENTO DA GUARDA AMBIENTAL

leave a comment »

Os municípios de Rio Claro e Cordeirópolis estão capacitando guardas municipais para também atuarem em questões ambientais.

A Guarda Civil Municipal de Rio Claro terá atuação ambiental com poder de polícia administrativa que possibilita a emissão de autos de infração às pessoas que depositarem resíduos sólidos de forma irregular.

O Centro de Controle de Zoonoses participou do treinamento com a palestra Lixo = Bicho – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo, onde são abordados os diversos animais e doenças relacionadas, como  Dengue, Zika, Chikungunya transmitidas pelo Aedes aegypti que encontra nos inservíveis jogados aleatoriamente, locais ideais para procriação; além dos ratos e insetos que atraem cobras e animais peçonhentos, resultando em  grandes problemas para a saúde pública.

A conscientização da população é fundamental para o controle destas doenças e a Guarda Ambiental auxiliará no sentido de orientar e multar aqueles que ainda insistem em ações medievais de descarte em locais inapropriados.

 

Anúncios

CCZ NA SIPAT PERFORTEX

leave a comment »

A Empresa Perfortex Tintas, iniciou a semana de SIPAT e o CCZ esteve presente com a palestra LIXO= BICHO – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo.

Com o grande enfrentamento de lixo jogado em ruas e terrenos da cidade,  a palestra tem o intuito de conscientizar as pessoas sobre o perigo que o descarte inadequado causa à saúde publica.

Jogar lixo nos terrenos favorece a proliferação de diversos bichos, insetos e animais peçonhentos. Basta um recipiente plástico jogado em um terreno, para que seja formado um verdadeiro criadouro de mosquitos da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre amarela.

Lixos atraem  ratos,  baratas e consequentemente  outros animais que alimentam-se destes, como  cobras,  escorpiões, entre outros; aumentando assim o número de acidentes com animais peçonhentos e a transmissão de diversas zoonoses.

É necessário  investir na conscientização da população a respeito da importância de adotar uma postura adequada em relação ao descarte de lixo.

 

 

 

CCZ ATUALIZA INFORMAÇÕES SOBRE FEBRE MACULOSA NA UNESP

leave a comment »

Visando evitar óbitos, CCZ orienta diversos setores municipais

Febre Maculosa é uma doença  com grande números de mortes em razão de seus sintomas serem semelhantes à outras  doenças,  como Dengue ou  Leptospirose.

A informação é fundamental para que  profissionais  de saúde sejam alertados e possam iniciar tratamento adequado.

O setor de educação do Centro de Controle de Zoonoses tem repassado informações sobre prevenção e tratamento da Febre Maculosas ao final de  todas palestras ministradas.

Solange Mascherpe, Chefe de Núcleo de Zoonoses e Daiana Carolina Joaquim, Agente de Endemias, participaram de Mini Curso sobre Carrapatos na UNESP, apresentado  pela Dra. Patricia Rosa de Oliveira , pelo Prof. Luiz Adriano Anholeto e professores da Esalq de Piracicaba. Esta  atualização sobre o tema,  tem como objetivo ampliar conhecimentos para serem repassados à população, evitando-se óbitos, como tem ocorrido em cidades vizinhas.

A doença começa abruptamente com um conjunto de sintomas semelhantes aos de outras infecções: febre alta, dor no corpo, dor da cabeça, inapetência, desânimo. Depois, aparecem pequenas manchas avermelhadas, as máculas, que crescem e tornam-se salientes.  A erupção cutânea é generalizada e manifesta-se também na palma das mãos e na planta dos pés;

Atraso no diagnóstico e, consequentemente, no início do tratamento pode provocar complicações graves, como o comprometimento do sistema nervoso central, dos rins e pulmões, das lesões vasculares e levar ao óbito.

Prevenção:

. Evite o contato com carrapatos. Se, por acaso, estiver numa área em que eles possam existir, como: beiras de lagos e rios, trilhas, pastos, parques, florestas, tome as seguintes precauções:

. Examine seu corpo cuidadosamente a cada três horas pelo menos, porque o carrapato-estrela transmite a bactéria responsável pela febre maculosa só depois de pelo menos quatro horas grudado na pele;

. Use roupas claras porque facilitam enxergar melhor os carrapatos;

. Coloque a barra das calças dentro das meias e calce botas de cano mais alto nas áreas que possam estar infestadas por carrapatos.

. Corte o mato e grama rente ao solo;

. Tenha cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado em sua pele: não esmague com as mãos ou unhas pois você pode adquirir a doença através de pequenos ferimentos na pele;

. Não se esqueça de que os sintomas iniciais da febre maculosa são semelhantes aos de outras infecções e requerem assistência médica imediata. Esteja atento ao aparecimento dos sintomas comuns a vários tipos de infecção e avise o médico para um  diagnóstico diferencial.

Não existe vacina contra a febre maculosa brasileira.

 

 

Risco de ataques de escorpiões aumenta com o frio

leave a comment »

Engana-se quem pensa que com a proximidade do inverno, desaparecem os chamados insetos oportunistas, aqueles bichinhos indesejáveis que invadem a casa da gente, se escondem e se tornam uma ameaça à saúde. Assim como gostamos de temperaturas confortáveis, abrigo e comida, escorpiões e aranhas também procuram por lugares mais quentes.

Por conta do frio, os insetos tendem a se esconder nos cantos das casas e dentro de sapatos, casacos e roupas de cama. Por isso, é importante sempre deixar a casa arejada e ter atenção ao pegar peças do vestuário pouco usadas. Outra forma de evitar o abrigo dos escorpiões é não acumular telhas e tijolos empilhados em casa. De janeiro a abril o Centro de Controle de Zoonoses atendeu a 49 solicitações feitas por conta do aparecimento de animais peçonhentos, entre eles o escorpião. Na região de Rio Claro os mais comuns são o amarelo, marrom e o Bothriurus, um escorpião pequeno, escuro e muito presente em dormentes de trilhos.

O escorpião mais perigoso é o amarelo, que causa dor e suor no local da picada, agitação, alterações respiratórias, náuseas e vômitos. Em crianças e pessoas debilitadas pode até levar à morte.

Medidas de prevenção:

– Manter jardins e quintais limpos; evitar o acúmulo de entulhos, folhas secas, lixo doméstico, material de construção nas proximidades das casas; evitar secar roupas no chão ou em cercas e muros.

– Evitar folhagens densas (plantas ornamentais, trepadeiras, arbusto, bananeiras e outras) junto a paredes e muros das casas; manter a grama aparada; limpar periodicamente os terrenos baldios vizinhos, pelo menos, numa faixa de um a dois metros junto das casas;

– Sacudir roupas e sapatos antes de usá-los, pois os escorpiões podem se esconder neles e picar ao serem comprimidos contra o corpo; combater a proliferação de insetos, para evitar o aparecimento de escorpiões que deles se alimentam; verificar a presença de escorpiões em hortifrutigranjeiros e outros produtos;

– Vedar frestas e buracos em paredes, ralos, assoalhos e vãos entre o forro e paredes para impedir o trânsito de escorpiões pela residência.

AGENTES ATUALIZANDO INFORMAÇÕES

leave a comment »

Agentes de Controle de Endemias trabalham diretamente com o público  levando conhecimento e trazendo dúvidas da população atendida.

Para que o trabalho seja ainda mais eficaz, é necessário treinamento constante com novas informações e métodos de ação.

O setor de educação do Centro de Controle de Zoonoses tem realizado palestras  para que os agentes  tenham atualização referente aos serviços prestados e novas informações para repassar aos munícipes.

 

 

OS PERIGOS DE  PNEUS VELHOS  E  CRIADOUROS DE MOSQUITOS

leave a comment »

 

Não sabe o que fazer com pneus em desuso? O mosquito sabe.

 

                Muitas vezes após a troca de pneus,  se o próprio local de venda não recolher , não sabemos onde descartá-los.

Algumas pessoas deixam em garagens e quintais ,  outros simplesmente jogam em terrenos ou até mesmo em postes.

Pneus são excelentes criadouros para mosquitos:  sua forma  dificulta  a retirada de água acumulada,  as paredes internas são rugosas, apropriadas para a colocação de ovos de mosquitos, são escuras e mantém a temperatura da água fresca ; condições ideais para procriação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela.

Desde Abril de 2014, através do Comitê de Antropozoonoses, nossa cidade conseguiu a construção de um espaço coberto dentro do Aterro Sanitário, para o acondicionamento correto de pneus, fazendo de Rio Claro  uma das poucas cidades da região com local apropriado para depósito de pneus.

Além  das borracharias, este depósito recebe pneus dos Eco Pontos, dos caminhões Cata Bagulho, das Ações de Mutirão realizadas pelo  Centro de Controle de Zoonoses e de moradores conscientes que levam o material até o local.

A reutilização de pneus velhos para canteiros, móveis e até mesmo camas para cães e gatos  são excelentes  alternativas , evitando-se mosquitos ou abrigo para animais peçonhentos e outros animais sinantrópicos.

Informações sobre descarte correto de pneus podem ser realizadas através dos telefones do Centro de Controle de Zoonoses: 3535-4441 e  3533-7155.

 

   

PROJETO ADRA E ANIMAIS PEÇONHENTOS

leave a comment »

Lixo descartado incorretamente além de servir de criadouros de mosquitos, atrai baratas, ratos que servem de alimento para cobras  e  insetos que servem de alimentos para aranhas e escorpiões.

Preocupados com a proximidade destes animais em área urbana, o Centro de Controle de Zoonoses realiza palestras para informar e  prevenir acidentes com estes animais  que causam problemas  nas famílias e na saúde pública.

Na última terça feira, dia 15, alunos e funcionários do Projeto ADRA –  Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais = Núcleo Rio Claro – receberam através das representantes do CCZ,  Solange Mascherpe e Daiana Carolina Joaquim, uma série de palestras sobre o tema Animais Peçonhentos.

Além das informações, os presentes tiveram a oportunidade de conhecer os principais animais peçonhentos recolhidos nas residências da cidade e receberam folhetos com sintomas resultados do contato com estes animais.

Em caso de acidente com Animais Peçonhentos, a vítima deve procurar imediatamente o Pronto Atendimento da Santa Casa, onde receberá socorro e o soro específico.

Evite estes bichos jogando lixo em locais corretos.