DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Archive for the ‘ANIMAIS PEÇONHENTOS’ Category

Mutirão recolhe mais de 1,3 tonelada de criadouros

leave a comment »

O mutirão de combate à dengue realizado no sábado, dia 15, nos bairros Consolação e Bairro do Estádio recolheu uma tonelada e mais 310 quilos de criadouros que estavam espalhados em vários locais do bairro e também nas residências. Vinte e sete agentes participaram desse trabalho. Os moradores receberam as equipes e descartaram vários materiais que estavam amontoados em quintais acumulando água.

Esse tem sido o resultado dos vários mutirões já realizados pelo Centro de Controle de Zoonoses que conta com o apoio da secretaria de Meio Ambiente e em algumas ocasiões também com o departamento de Obras. Na média os agentes recolhem cerca de uma tonelada de inservíveis a cada sábado. A quantidade de material recolhido desde o início do ano já ultrapassou 20 toneladas e a cada operação como essa, moradores são orientados a não deixar que a água se acumule em recipientes.

Anúncios

CCZ participa da Família na Floresta e Resgatando o Brincar

leave a comment »

Foto Arquivo

Duas ações importantes com a participação do Centro de Controle de Zoonoses acontecem neste domingo, dia 9. Na Família na Floresta evento que inclui várias atividades voltadas para a natureza, atrações musicais e práticas esportivas, a Zoonoses estará a partir das 8h00, orientando as pessoas sobre como evitar acidentes com animais peçonhentos (cobras, escorpiões e aranhas). No mesmo dia, das 13h00 às 17h00 acontece o Resgatando o Brincar evento que proporciona às crianças rio-clarenses diversão e aprendizado em família, incentivando o interesse em atividades culturais, esportivas e lúdicas. A Zoonoses irá distribuir para as crianças máscaras de animais para serem coloridas.

Palestras ressaltam a importância do descarte correto do lixo

leave a comment »

Idosos aprendem um pouco mais sobre o perigo que trazem os animais peçonhentos atraídos pelo lixo

Além de poluir o solo, causar gastos adicionais na limpeza pública e também provocar inundações com o entupimento de bueiros, o lixo descartado de forma incorreta pode trazer também várias doenças. Muitas delas trazidas por animais como ratos que buscam por alimentos em locais onde há lixo orgânico. No mesmo rastro seguem as baratas que se alimentam daquilo que é jogado fora em terrenos, praças ou até mesmo em áreas de preservação permanente. Predador da barata, os escorpiões surgem e podem invadir as residências colocando toda a família em perigo devido ao veneno que possuem e que pode ser letal em crianças e idosos, principalmente.

Toda essa problemática, que trata do descarte incorreto do lixo, foi passada pelo Centro de Controle de Zoonoses através de palestras solicitadas pela Udam- União de Amigos e pelo Grupo de Veterinários pela Ética. Mais de 190 pessoas receberam orientações sobre o assunto entre jovens e idosos de entidades como o projeto Estação do Bem, Centro de Convivência do Idoso e a própria Udam. Na capela São Luiz Orione, 40 mães atendidas pela Pastoral da Criança no Jardim Conduta puderam também compartilhar de informações sobre o tema.

Informações reforçam nos jovens a questão da responsabilidade no descarte do lixo

 

 

Sipat do Daae abre espaço para palestra da Zoonoses

leave a comment »

A Sipat- Semana Interna de Prevenção de Acidentes de Trabalho do DAAE- Departamento Autônomo de Água e Esgoto abriu espaço para que o Centro de Controle de Zoonoses discutisse as questões relacionadas ao lixo que acarretam o surgimento de animais como ratos, cobras, escorpiões e outros que podem provocar doenças ou acidentes graves. Cerca de 80 funcionários participam este ano do evento. Outros setores da administração também foram convidados a participar.

A programação segue até sexta-feira (31), com palestras diárias a partir das 8 horas. Nesta terça-feira (28) haverá teste rápido para HIV e Hepatite C, além de uma palestra sobre doação de sangue. Na quarta-feira (29), o tema abordado será “Segurança, Educação, Compromisso de cada um, Responsabilidade de Todos”.

Além da Sipat, a equipe da Zoonoses também esteve no último dia 22 em duas escolas tratando do mesmo tema sobre o lixo. No projeto Estação do Bem, a convite da Udam, 90 crianças assistiram a apresentação e na Escola Municipal Jardim Esmeralda outras 180 crianças entre 2 e 5 anos tiveram acesso a orientações sobre o descarte correto do lixo.

Zoonoses vacina animais no III Saúde no Campus

leave a comment »

Como nas edições anteriores, o Centro de Contro de de Zoonoses (CCZ) participa do III Saúde no Campus, uma iniciativa do poder público com as instituições de ensino do município. Durante 3 dias, de amanhã até quinta-feira, dia 23,  no campus da Unesp uma série de serviços e atividades estarão à disposição da população. O CCZ estará presente vacinando cães e gatos contra a raiva e oferecendo orientações sobre animais peçonhentos.

O evento, que tem a participação de alunos de vários cursos, oferece ainda teste de glicemia, tipagem sanguínea, vacinação para pessoas acima de 18 anos, entre muitos outros serviços. O III Saúde no Campus acontece das 8h00 às 11h00 e das 14h00 às 19h00. A entrada é pela portaria principal da Unesp, na avenida 24-A.

Fundação Casa recebe palestra da Zoonoses

leave a comment »

Os 55 internos da Fundação Casa, receberam na sexta-feira, dia 17, palestra de orientação a respeito de animais peçonhentos. Além de conhecerem de perto as características físicas de cada uma das espécies através do acervo da Zoonoses, os internos foram orientados sobre como procederem por exemplo, no caso de acidente com cobras, escorpiões e aranhas.

Zoonoses participa de evento que reúne atiradores na Floresta

leave a comment »

Atiradores do Tiro de Guerra de Rio Claro fazem um treinamento na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade. A atividade que consiste em técnicas de combate e infiltração começa nesta sexta-feira, dia 3 e termina no sábado. O Centro de Controle de Zoonoses estará presente na sexta, levando seu acervo de animais peçonhentos e informações sobre os riscos que eles podem representar em caso de acidente. Também abordará o tema Febre Maculosa, doença transmitida pelo carrapato estrela, encontrado comumente em áreas de vegetação. De acordo com o sub-tenente Firmino, a atividade do Tiro de Guerra na floresta faz parte de um cronograma anual de treinamento da corporação.