DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Archive for the ‘DIVERSOS’ Category

AGENTES ATUALIZANDO INFORMAÇÕES

leave a comment »

Agentes de Controle de Endemias trabalham diretamente com o público  levando conhecimento e trazendo dúvidas da população atendida.

Para que o trabalho seja ainda mais eficaz, é necessário treinamento constante com novas informações e métodos de ação.

O setor de educação do Centro de Controle de Zoonoses tem realizado palestras  para que os agentes  tenham atualização referente aos serviços prestados e novas informações para repassar aos munícipes.

 

 

Anúncios

Orientações sobre pombos ajudam a prevenir doenças

leave a comment »

De janeiro a abril mais de 30 visitas foram feitas pela Zoonoses atendendo solicitações

A imagem do pombo como símbolo da paz conquista a simpatia das pessoas que acabam por alimentá-los, mas na verdade essa ave pode trazer uma série de complicações para a saúde. Como dificilmente é caçado por outros animais, sua população cresce muito rápido e o aumento de sua quantidade tornou-se um grave problema, pois, podem causar várias doenças graves que podem levar à morte ou deixar sequela. De janeiro a abril deste ano o Centro de Controle de Zoonoses recebeu várias solicitações de moradores pedindo por orientações. Algumas delas chegaram via Ouvidoria. Outras em ligações diretas.  Foram no total 34 visitas feitas nesse período. Entre as doenças transmitidas pelos bombos destacam-se:

– salmonelose: doença infecciosa provocada por bactérias. A contaminação ao homem ocorre pela ingestão de alimentos contaminados com fezes animais;

– criptococose: doença provocada por fungos que vivem no solo, em frutas secas e cereais e nas árvores; e isolado nos excrementos de aves, principalmente pombos;

– histoplasmose: doença provocada por fungos que se proliferam nas fezes de aves e morcegos. A contaminação ao homem ocorre pela inalação dos esporos (células reprodutoras do fungo);

– ornitose: doença infecciosa provocada por bactérias. A contaminação ao homem ocorre pelo contato com aves portadoras da bactéria ou com seus dejetos;

– meningite: inflamação das membranas que envolvem o encéfalo e a medula espinhal.

Medidas de controle:

– retirar ninhos e ovos;
– umedecer as fezes dos pombos com desinfetante antes de varrê-las;
– utilizar luvas e máscara ou pano úmido para cobrir o nariz e a boca ao fazer a limpeza do local onde estão as fezes;
– vedar buracos ou vãos entre paredes, telhados e forros;
– colocar telas em varandas, janelas e caixas de ar condicionado;
– não deixar restos de alimentos que possam servir aos pombos, como ração de cães e gatos;
– utilizar grampos em beirais para evitar que os pombos pousem;
– acondicionar corretamente o lixo em recipientes fechados;
– nunca alimentar os pombos.

É muito importante para a saúde controlar a população desses animais na comunidade, fazendo com que eles procurem locais mais adequados para viver, com alimentação correta e longe dos perigos das cidades. Um pombo na cidade vive em média 4 anos, enquanto que em seu ambiente natural pode viver até 15 anos. Para orientações sobre o assunto os telefones do Centro de Controle de Zoonoses são 3535-4441 ou 3533-7155.

3º Brincadeiras Ambientais tem participação do Centro Controle de Zoonoses.

leave a comment »

Neste último domingo dia 20 de maio aconteceu no Lago Azul o “3º Brincadeiras Ambientais” e o Centro Controle de Zoonoses estava presente.
Os agentes realizaram brincadeiras educativas sobre o combate a Dengue, as crianças puderam confeccionar máscaras do mosquito, pintar sobre o ciclo do Aedes, e ainda participar do jogo de partida.

 

Written by I.E.C - CCZ

21/05/2018 at 3:31 pm

Zoonoses treina equipes para a Campanha de Vacinação

leave a comment »

A campanha de vacinação antirrábica na área urbana começa dia 22 de julho. Até lá as equipes do Centro de Controle de Zoonoses envolvidas nesse trabalho estão passando  por treinamentos que visam preparar os agentes na contenção dos animais e na aplicação das doses. Na sexta-feira (18) as equipes escaladas para a campanha estiveram na Floresta Estadual Edmundo Navarro de Andrade percorrendo as casas da antiga colônia e as que estão localizadas no entorno da floresta. Uma bióloga, dois veterinários acompanhados pelo gerente do CCZ, Diego Reis, conduziram o treinamento que reuniu ao todo 28 agentes.

A vacinação na área rural continua em andamento no distrito de Itapé. A equipe que está percorrendo sítios e fazendas segue depois para as propriedades próximas da rodovia Washington Luiz, Fazendinha e também Horto de Camacuã. Os dias e locais da vacinação nestas localidades podem sofrer alteração.

OS PERIGOS DE  PNEUS VELHOS  E  CRIADOUROS DE MOSQUITOS

leave a comment »

 

Não sabe o que fazer com pneus em desuso? O mosquito sabe.

 

                Muitas vezes após a troca de pneus,  se o próprio local de venda não recolher , não sabemos onde descartá-los.

Algumas pessoas deixam em garagens e quintais ,  outros simplesmente jogam em terrenos ou até mesmo em postes.

Pneus são excelentes criadouros para mosquitos:  sua forma  dificulta  a retirada de água acumulada,  as paredes internas são rugosas, apropriadas para a colocação de ovos de mosquitos, são escuras e mantém a temperatura da água fresca ; condições ideais para procriação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela.

Desde Abril de 2014, através do Comitê de Antropozoonoses, nossa cidade conseguiu a construção de um espaço coberto dentro do Aterro Sanitário, para o acondicionamento correto de pneus, fazendo de Rio Claro  uma das poucas cidades da região com local apropriado para depósito de pneus.

Além  das borracharias, este depósito recebe pneus dos Eco Pontos, dos caminhões Cata Bagulho, das Ações de Mutirão realizadas pelo  Centro de Controle de Zoonoses e de moradores conscientes que levam o material até o local.

A reutilização de pneus velhos para canteiros, móveis e até mesmo camas para cães e gatos  são excelentes  alternativas , evitando-se mosquitos ou abrigo para animais peçonhentos e outros animais sinantrópicos.

Informações sobre descarte correto de pneus podem ser realizadas através dos telefones do Centro de Controle de Zoonoses: 3535-4441 e  3533-7155.

 

   

CCZ NA CASA DAS CRIANÇAS

leave a comment »

As ações preventivas contra a Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela continuam a todo vapor.

A Fundação Municipal de Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses tem levado informações à população através de palestras, redes sociais  e materiais informativos em  escolas, projetos, empresas, igrejas, orgãos públicos, visando o controle do mosquito Aedes aegypti e das doenças por ele transmitidas.

Na última quinta feira, 17, Solange Mascherpe e Daiana Carolina Joaquim , Agentes de Informação do CCZ, estiveram na Casa das Crianças para orientar sobre os cuidados na  eliminação de criadouros, única forma eficaz para o controle do inseto.

Mosquitos botam e nascem diariamente. Para evitar novas epidemias, é fundamental que TODOS  tenham consciência da necessidade de jogar lixo em locais corretos e a eliminação de criadouros;  qualquer local ou quantidade de água parada.

Não dê trégua aos mosquitos!

 

Saiba a importância de vacinar seus Pets contra a raiva.

leave a comment »

A Importância da Vacina Contra a Raiva:

A transmissão da raiva acontece de um animal contaminado para outros principalmente, através de mordedura, arranhões e lambedura.
A vacina antirrábica é ainda, a única forma de prevenção contra a doença.
A importância da vacina contra a raiva se dá pelo fácil risco de contágio ,além disso, a raiva é uma Zoonose, ou seja, pode ser transmitida de animais para humanos. A raiva humana também é bastante agressiva e em quase 100% dos casos ela pode ser fatal. Vacinar seu cão e gato é uma questão de segurança para ele e para todos que convivem com ele.
Informações úteis:
A partir dos três (03) meses de idade, cães e gatos devem ser vacinados contra raiva todos os anos;
Cães e gatos não devem ter livre acesso à rua, ao sair com animal mantenha-o sob controle, utilizando coleira e guia.
Nunca provoque um animal, não toque em animais estranhos, feridos ou que estejam se alimentando.
Não aparte brigas entre animais, nem mexa com fêmeas e suas crias
Em caso de acidentes por mordedura ou arranhadura de cães e gatos:
Lavar o ferimento com água e sabão e procure orientação médica imediatamente.
Identifique o animal agressor e seu proprietário; Caso o animal não tenha dono, desapareça, adoeça ou morra, procure imediatamente orientação com o Centro de Controle de Zoonoses.
“Quando um animal apresentar comportamento diferente, mesmo que ele não tenha agredido ninguém, não o mate e procure o Serviço de Saúde”

Fique atento a campanha de vacinação e não deixe de levar seus Pets para tomar a dose. A vacina e gratuita.
Para maiores informações ligue no Centro controle de Zoonoses.