DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘acumulo

Recolhida mais de uma tonelada de criadouros no Jd. Progresso

leave a comment »

Agentes do Centro de Controle de Zoonoses, apoiados pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema) que disponibilizou o caminhão Cata Bagulho e sua equipe de resíduos sólidos, recolheram no último sábado, dia 18, uma tonelada e 40 quilos de criadouros do Aedes aegypti no Jardim Progresso. Enquanto os agentes faziam o trabalho de orientação e recolhimento de inservíveis, a Sema, utilizando máquinas apropriadas, retirava lixo e entulho que estavam amontoados em uma rua de terra e que na avaliação da equipe, poderia trazer problemas em decorrência do acúmulo de criadouros.

Além dos mutirões de limpeza realizados aos sábados o Centro de Zoonoses tem feito seu trabalho diário de visita casa a casa procurando conscientizar as pessoas sobre o risco que o Aedes representa para a saúde pública. Ainda assim, nos mutirões realizados quase sempre é retirada mais de uma tonelada de criadouros nos bairros visitados. De acordo com a chefe de núcleo Maria Júlia Guarnieri Baptista o empenho da população da luta contra o mosquito é essencial. “É preciso que os moradores prestem atenção aos possíveis criadouros que possam existir dentro das residências”, alertou.

Anúncios

Written by I.E.C - CCZ

21/05/2019 at 7:28 am

Dos imóveis previstos em vistoria 100% foram visitados pelo CCZ

leave a comment »

A equipe do Centro de Controle de Zoonoses responsável pelas vistorias em Pontos Estratégicos (borracharias, oficinas mecânicas, empresas, ferros velhos, floriculturas e cemitério) atingiu 100% das visitas previstas em maio. Foram 135 imóveis visitados no mês. Na grande maioria deles foram recolhidas larvas do Aedes aegypti e verificados vários pontos considerados de risco, onde há acumulo de água.

Com relação aos Imóveis Especiais (escolas, unidades de saúde, hospitais, prédios públicos, igrejas, shopping centers) foram feitas 44 vistorias, das 45 previstas para maio, resultando num percentual de 97,78% de cobertura.

A positividade para Aedes em Pontos Estratégicos  ainda é preocupante. Segundo estudo publicado na Revista de Educação Continuada em Medicina Veterinária e Zootecnia em 2017, a importância desses locais na dispersão dos insetos alados é conhecida e pode variar durante a época do ano, dependendo de fatores socioambientais, estruturais ou até mesmo econômicos ou políticos. Devido à natureza altamente infectante dos insetos vetores, as atividades de controle e vigilância são centradas nos criadouros potenciais do mosquito detectados nas atividades de visitas de casa a casa, nos Imóveis Especiais e também nos Pontos Estratégicos.