DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘arboviroses

ARTERIS INTERVIAS REALIZA AÇÕES EM APOIO À CAMPANHA DE COMBATE À DENGUE

leave a comment »

Para combater a proliferação do mosquito da dengue neste período de chuvas, a Arteris Intervias está apoiando a ARTESP – Agência do Estado de São Paulo, que está promovendo, de 1 a 7 de março, campanha para conscientizar os usuários sobre o descarte de lixo nas rodovias paulistas

Para combater a proliferação do mosquito da dengue neste período de chuvas, a Arteris Intervias está apoiando a ARTESP – Agência do Estado de São Paulo, que está promovendo, de 1 a 7 de março, campanha para conscientizar os usuários sobre o descarte de lixo nas rodovias paulistas. O objetivo da ação é preventivo e pretende evitar que o lixo jogado possa se transformar em criadouros para as larvas do mosquito Aedes aegypti, que é o transmissor da dengue, zika e chikungunya.

A campanha de combate à dengue nas rodovias concedidas será composta por mensagens de orientação nos painéis de mensagens variáveis, com a seguinte frase: NÃO JOGUE LIXO NAS RODOVIAS. PREVINA-SE CONTRA DENGUE. Os usuários que trafegam pelas rodovias administradas pela Intervias podem conferir essa divulgação.

Dados da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo mostram que, somente neste ano, foram registrados 3.828 casos confirmados de dengue até a primeira quinzena de fevereiro.  Dessa forma, apesar de todo esforço estar centrado no combate à pandemia coronavírus, é importante manter o alerta para a prevenção contra a dengue e a proliferação do mosquito depende da conscientização das pessoas.

A campanha terá reforço nos canais de comunicação e redes sociais da agência e das concessionárias, com publicação de posts com mensagens educativas.

Mutirão de limpeza das rodovias – O trabalho de limpeza das rodovias realizado constantemente pela concessionária Arteris Intervias ganhou reforço nesta quarta-feira (03/03). A concessionária participa de um mutirão para remoção de lixo e demais resíduos, iniciativa proposta pela Artesp. A ação acontece na Rodovia SP-147 – Engenheiro João Tosello, com concentração entre o km 41 e o km 90, entre Itapira e Limeira/SP.

Em 2020 foram recolhidas uma média de 65 toneladas/mês de resíduos ao longo das rodovias sob concessão da Intervias. “Além de sujar as rodovias e ocasionar a formação de criadouros das larvas do mosquito da dengue, por exemplo, os resíduos jogados indiscriminadamente nas rodovias causam impactos negativos ao meio ambiente e além de trazer riscos à segurança dos próprios motoristas” avalia a coordenadora de meio ambiente da Arteris Intervias, Carolina Reis.

SECRETARIA DE EDUCAÇÃO E CCZ ORGANIZANDO AÇÕES CONTRA DENGUE

leave a comment »

Antes da retomada de aulas presenciais, secretarias municipais planejam ações de prevenção às arboviroses transmitidas por mosquitos

Alunos da rede municipal ainda não estão frequentando as escolas, mas além do currículo educacional, a Secretaria de Educação já organiza ações de prevenção à Covid-19 e às arboviroses transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti, como a Dengue e Chikungunya, antes do retorno definitivo às aulas presenciais.

A secretária de Educação Valéria Vellis , o coordenador Edison Norberto de Andrade , do Centro de Aperfeiçoamento Pedagógico da Coordenadoria Ambiental e Solange Mascherpe representando o Centro de Controle de Zoonoses, estiveram reunidos nesta quarta-feira, 27, organizando ações para eliminação de criadouros nos prédios das escolas com o objetivo de inibir o nascimento de mosquitos e a transmissão das doenças como: Dengue, Zika , Chikungunya e Febre Amarela.

Além das atividades pedagógicas, que visam a conscientização das crianças no controle e prevenção das arboviroses e divulgação junto às famílias, a Secretaria organiza equipes de Brigadistas contra o Aedes, que são funcionários responsáveis por procurar e eliminar criadouros de mosquitos nos prédios da educação.

O Portal da Educação também estará disponibilizando informações preventivas aos professores e funcionários das instituições de ensino.

O município encerrou o ano de 2020 com 1.177 casos positivos de Dengue e a possibilidade de novos casos aumenta com a chegada do período de chuvas e altas temperaturas, o que faz com que a cooperação de toda sociedade na eliminação de criadouros seja efetiva na prevenção à novas epidemias.

TRABALHOS DO CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES

leave a comment »

O Centro de Controle de Zoonoses é um departamento da Fundação Municipal de Saúde que tem como função cuidar das doenças (noses) que os animais (zoo) transmitem, como dengue, raiva, leptospirose, leishmaniose, entre outras.

Animais peçonhentos (que não transmitem doenças mas são um problema considerável para a saúde pública) também é um trabalho realizado, com identificação das espécies e orientações preventivas aos moradores.

 O serviço de recolhimento, identificação e envio para análise de Raiva, estende-se aos morcegos. Quando encontrado um exemplar contaminado, é realizada vacinação em todos os animais da área e observação de animais e humanos por dez dias. A aplicação de vacina antirrábica é realizada diariamente no CCZ e são realizadas campanhas anuais com pontos fixos nos bairros e zona rural.

A desratização é realizada gratuitamente através de raticidas aplicados nas residências após solicitação através da Ouvidoria Municipal : 3526-7105; os agentes colocam as iscas em locais onde crianças e animais domésticos não tem acesso e voltam para monitoramento. Este trabalho também é realizado nos mais de 3000 bueiros da cidade.

              O mosquito palha, transmissor da da Leishmaniose é monitorado com armadilhas que são montadas na zona rural e urbana, onde são identificados focos para controle juntamente com a SUCEN.

                Pombos, Piolhos, Carrapatos e Caramujos Africanos tem atenção especial pelo número de doenças que transmitem e  a facilidade de multiplicação. Os agentes orientam sobre desinfecção de ambientes infestados e armadilhas para os caramujos com descarte correto.

               Agentes de Endemias realizam busca ativa de criadouros do mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya, Zika e Febre Amarela em casas e comércio, os agentes de vetores trabalham com a busca ativa em pontos estratégicos como ferro velhos, borracharias, indústrias e realizam nebulização para controle epidêmico.

Com o objetivo de ampliar as informações pertinentes aos serviços desenvolvidos no setor da saúde do município e considerando a importância de informar sobre as ações humanas e suas consequências para consigo, para sua própria espécie, para outros seres vivos e o ambiente, o setor de Educação e Comunicação do CCZ, ministra palestras em escolas, empresas, projetos, igrejas, etc, a fim de prevenir sobre diversas zoonoses  e a posse responsável de animais. Estas importantes informações são compartilhadas também nas redes sociais como Facebook, Twitter , Instagram e Blog.

Confira os números dos trabalhos do CCZ durante o ano de 2020:

Castrações

Total Animais Agendados …………………….. 3.485

Total Animais Castrados ………………………  3.038

Raticida …………………………………………….. 1.778

Vacinas cães e gatos ……………………………. 2.971

Dengue / Ouvidoria ……………………………….. 611

Obs. Animais agressores ………………………… 514

Vistorias Imóveis Estratégicos – IE – …………. 310

Vistorias Pontos Estratégicos – PE – ………….1.275

Equinos / Obs.Raiva …………………………………. 06

Cobras …………………………………………………… 04

Caramujos ……………………………………………… 45

Escorpiões ………………………………………………126

Galináceos ………………………………………………. 31

Morcegos Orientações ………………………………. 65

Morcegos Captura ……………………………………. 64

Pombos ………………………………………………….. 56

Insetos /Carrapatos ………………………………… 128

Leishmaniose …………………………………………… 69

Arboviroses : Combate às Endemias

Imóveis percorridos …………………………………………. 244.562

Imóveis Trabalhados ………………………………………… 131.605

Arboviroses: Controle de Vetores

Nebulização ……………………………………………………….. 9.820

Vistoria em obras …………………………………………………….. 66

Educação e Comunicação

Eventos e Palestras …………………………………………….. 28.443

Redes Sociais / Acessos …………………………….média   30.000

SUCEN REALIZA TREINAMENTO PARA UTILIZAÇÃO DE NOVO INSETICIDA CONTRA MOSQUITOS

leave a comment »

Mosquitos Aedes aegypti, transmissores da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela,  não mantém isolamento por causa de pandemias, ao contrário,  eles são responsáveis por inúmeras delas. Atualmente com muitas pessoas dentro de suas casas, aumentam criadouros de mosquitos em razão de objetos nos  quintais, lavagens de pisos e oferta de sangue, necessário para colocação de seus ovos.

Nesta segunda-feira, 07, agentes da equipe  Sucen de Campinas estiveram no Centro de Controle de Zoonoses para orientar agentes de endemias a utilizarem novos equipamentos e um novo produto contra o Aedes aegypti.

Este inseticida  é determinado para locais onde não há possibilidade da eliminação  rápida de focos com água parada e conseqüentemente, os mosquitos gerados nestes criadouros, tais como:  ferro velhos, acumuladores, etc.

Além dos agentes da cidade de Rio Claro , estiveram presentes representantes de Limeira, Araras, Piracicaba e Leme que receberam o treinamento em área aberta, com respeito ao distanciamento, higienização das mãos e máscaras.

A utilização de inseticidas é o último recurso contra estes insetos, pois  em grande escala, acabam gerando mosquitos imunes. O produto mata os insetos prontos, com asas, mas o resíduo em contato com ovos e larvas, acabam  por imunizá-los contra o produto aplicado e estes insetos quando adultos, não morrerão mais em contato com o veneno.

Lembramos que a prevenção às arboviroses transmitidas por mosquitos, é de responsabilidade de todo cidadão: eliminar qualquer local ou quantidade de água parada e não jogar lixo em locais incorretos é fundamental para evitarmos doenças, roedores e animais peçonhentos.

CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES ORIENTA MUNÍCIPES NO DIA DE FINADOS

leave a comment »

Na próxima segunda-feira, 02, Dia de Finados, agentes do Centro de Controle de Zoonoses estarão trabalhando  das 8 às 17h nos três cemitérios da cidade,  orientando a população sobre a eliminação de criadouros de mosquitos.

É importante  a população ter conhecimento que saquinhos plásticos que envolvem arranjos de flores, vasos e pratinhos de plantas são reservatórios de água e podem criar as larvas do mosquito Aedes aegypti. Mesmo as embalagens “amarradas” servem de criadouros.

É sempre bom lembrar que os ovos podem ficar até 450 dias no seco e mesmo um ano e meio depois de depositados, ao terem contato com água, eles eclodem.

O período de chuvas está começando e é fundamental a colaboração de todos para não deixar nenhum local onde possa acumular água e servir de criadouro do mosquito Aedes aegypti, transmissor de diversas doenças como: dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Jogar o lixo em locais adequados e não deixar acumular água são ações  simples e eficazes para evitarmos novas epidemias em nossa cidade.

A Fundação Municipal de Saúde solicita que à população que atenda às orientações dos agentes e colabore nas ações preventivas.

CCZ NA GUARDA MIRIM

leave a comment »

Na manhã do último sábado, 22, a equipe de Informação do Centro de Controle de Zoonoses de Rio Claro, esteve na sede  da Guarda Mirim, onde funcionários e cerca de 340 jovens assistiram a palestra “Lixo = Bicho” e foram orientados sobre mosquitos, dengue, sinantrópicos e diversas zoonoses agravadas pelo descarte incorreto de lixo.

Segundo o último boletim epidemiológico da Secretaria de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde , nos dois primeiros meses do ano,  já são 94.149 casos prováveis de dengue  e a confirmação de 14 mortes (AC, MG, SP, PR, DF, MS) com prevalência em idosos e mais de 60 óbitos estão sob investigação. Entre os estados com maior número de casos, estão São Paulo, Paraná, Acre e Mato Grosso do Sul.

Em relação à Chikungunya, foram notificados 3.439 casos prováveis, com maior incidência no Sudeste e Nordeste do país e destaque para os estados do  Espírito Santo e Rio de Janeiro.

Além da participação efetiva de governos municipais, estaduais e federais  que envolve vigilâncias em saúde, gestão de resíduos sólidos a saneamento, a participação efetiva da população é fundamental na  eliminação diária de criadouros de mosquitos, já que são  80% destes “berços” estão dentro de imóveis habitados.

Parcerias como a  da Guarda Mirim são muito importantes para o conhecimento dos jovens e a multiplicação das informações nos locais de trabalho e com suas famílias.

Nossos agradecimentos à diretoria, funcionários e aos jovens guardas que prestigiaram as palestras em pleno Carnaval.

 

TONELADAS DE CRIADOUROS SÃO RETIRADOS DAS CASAS NO BONSUCESSO

leave a comment »

No último sábado, 21, agentes do Centro de Controle de Zoonoses realizaram um mutirão para retirar possíveis criadouros de mosquitos nas residências do bairro Bonsucesso.

Cerca de 2.000 Kg de material foram recolhidos e levados para Eco Pontos e Aterro Sanitário, objetivando a prevenção de arboviroses como Dengue, Zika, Chikungunya, Febre Amarela e Febre Mayaro, que são transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti ; inseto que nasce em  locais onde qualquer quantidade de  água fica acumulada.

Estas ações servem também para orientar a população sobre a  necessidade da remoção de materiais em quintais e terrenos e o descarte correto de lixo,  evitando-se além destas doenças, roedores e animais peçonhentos.

Solicita-se a utilização dos serviços municipais oferecidos, tais como: coleta diária, coleta seletiva, eco pontos e caminhão cata bagulho.

 

 

 

RIO CLARO INTENSIFICA PREVENÇÃO CONTRA O MOSQUITO AEDES AEGYPTI

leave a comment »

DSC_1602-768x384

 

Município terá campanha com a participação do médico Dráuzio Varella na prevenção ao mosquito da dengue

 

O município de Rio Claro está intensificando as ações de prevenção e combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya, zika vírus e febre amarela. O objetivo é conscientizar a população de que a prevenção ao mosquito é a melhor forma de prevenir essas doenças. O trabalho realizado em Rio Claro tem mantido a situação controlada com 1.181 casos confirmados de dengue, um de chikungunya e densidade larvária de 0,6, índice considerado satisfatório pelos critérios da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Agora, as ações realizadas pelo município ganham reforço de campanha focada na prevenção que será realizada em parceria com a empresa BRK Ambiental. “Vamos somar esforços contra a dengue, convencer a população de que a prevenção é a maneira mais barata e eficaz de combater o mosquito”, comenta o prefeito João Teixeira Junior, o Juninho da Padaria, agradecendo a BRK pela parceria e o trabalho eficiente realizado pelos agentes de combates a endemias.

Talita Dalcin, da BRK Ambiental, informa que a campanha educativa terá ações coordenadas para incentivar a prevenção ao Aedes. “Devemos nos mobilizar e unir forças para combater o mosquito e conscientizar a população sobre a importância de prevenir a dengue”, salienta.

A secretária municipal de Saúde, Maria Clélia Bauer, observa que a dengue é um problema de todos e a união de esforços é necessária para combater a doença. “Nós temos que trabalhar de forma preventiva e não reativa. É dever de todos manter a cidade limpa e livre de criadouros do mosquito”, destaca Clélia solicitando a colaboração da comunidade para que faça o descarte correto do lixo e elimine criadouros de suas casas.

“Iniciativas como essa, com o envolvimento de poder público, população e iniciativa privada, vão fazer com que os casos de dengue diminuam”, observa o presidente da Câmara Municipal, André Godoy. “O envolvimento da sociedade é de suma importância para reduzir os focos do mosquito”, reforça o vereador Val Demarchi.

O gerente do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Diego Reis, afirma que a campanha será um reforço importante ao trabalho já realizado pela equipe de combate à dengue. “Queremos que nosso trabalho tenha mais visibilidade e que as informações cheguem de forma clara aos munícipes”, frisa.

A campanha terá distribuição de panfletos e cartazes com dicas e orientação de prevenção, exibição de vídeos, veiculação de spots em rádios, tudo com participação do médico Dráuzio Varella. A primeira atividade ocorrerá nesta sexta-feira (8) com a realização de passeata que sairá da Escola Municipal “Marcelo Schmidt”, às 9 horas, e percorrerá o entorno do Jardim Público. A ação contará com a participação de alunos da escola, Tiro de Guerra, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, funcionários da prefeitura e BRK, entre outros. A população está convidada a participar.

Fonte: Imprensa Rio Claro SP

BRK E CCZ JUNTOS NA LUTA DIÁRIA CONTRA MOSQUITOS E A DENGUE

leave a comment »

A BRK Ambiental, empresa responsável pela gestão dos serviços de esgoto em Rio Claro está realizando a  Semana Interna de Saúde e Prevenção de Acidentes e o Centro de Controle de Zoonoses esteve presente com a palestra “Lixo = Bicho – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo”.

Pela modalidade dos serviços prestados, funcionários da empresa tem bastante contato com locais onde podem existir criadouros de mosquitos e outros animais sinantrópicos como ratos e escorpiões  e através da apresentação , puderam conferir como prevenir acidentes e auxiliar nas informações para a população atendida.

A BRK Ambiental,  é a maior empresa privada de saneamento do Brasil e disponibiliza serviços que beneficiam mais de 15 milhões de pessoas e agora , em parceria  com a Fundação Municipal de Saúde e Prefeitura de Rio Claro, estará  na batalha diária contra o mosquito Aedes aegypti  e as arboviroses por ele transmitidas, como a Dengue.

Através de folhetos , cartazes e   redes sociais, a empresa iniciará  a uma grande campanha publicitária focando a prevenção à  Dengue e eliminação de criadouros. Informações no site já estão disponíveis: https://busqueporprevencao.com.br/

A união de  empresas, poder público e população,  é fundamental para o controle de mosquitos transmissores e assim evitar-se epidemias e principalmente, óbitos.

 

 

 

 

 

 

 

SIPAT DA CONSTRUTORA CAPREM TEM PARTICIPAÇÃO DO CCZ

leave a comment »

 

A construtora Caprem está realizando sua Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho – SIPAT.

O Centro de Controle de Zoonoses esteve presente com sua equipe de Educação orientando funcionários sobre acidentes com animais peçonhentos e arboviroses resultados de resíduos descartados incorretamente.

Ao jogar lixo em quintais, ruas, terrenos, praças públicas, são atraídos animais como roedores e  insetos  e com eles doenças como dengue, leptospirose, leishmaniose, além dos acidentes com escorpiões, aranhas e cobras que alimentam-se dos ratos.

A palestra “Lixo = Bicho” aborda estes problemas e demonstra as soluções: que são as  práticas de cidadania tão simples, como jogar o lixo em locais corretos e assim, evitar doenças e acidentes  com os trabalhadores e suas famílias.

Após a apresentação os colaboradores puderam conferir os animais peçonhentos recolhidos pelo CCZ nas vidrarias expostas.

Agradecemos à empresa pela oportunidade da participação e pelo carinho com que fomos presenteadas.