DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘ausentes

AGENTES ATUALIZANDO INFORMAÇÕES

leave a comment »

Agentes de Controle de Endemias trabalham diretamente com o público  levando conhecimento e trazendo dúvidas da população atendida.

Para que o trabalho seja ainda mais eficaz, é necessário treinamento constante com novas informações e métodos de ação.

O setor de educação do Centro de Controle de Zoonoses tem realizado palestras  para que os agentes  tenham atualização referente aos serviços prestados e novas informações para repassar aos munícipes.

 

 

Crianças são fundamentais no combate ao Aedes.

leave a comment »

A dengue é uma doença que se tornou uma preocupação social e pública. As escolas podem ser protagonistas nessa ação com o objetivo de educar suas comunidades a terem atitudes corretas em relação ao meio ambiente e evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti

O Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue, Chikungunya e Zika vírus não respeita idade na escolha de suas vítimas. Por este motivo, o conhecimento sobre o vetor das patologias deve ser transmitido para crianças de todas as faixas etárias.Eles são peças importantes na mobilização, não só por levarem as informações para casa, mas na formação de uma sociedade mais consciente no futuro.

Durante todo o mês de maio a Escola Municipal  Paulo kolle estará trabalhando com as crianças sobre o combate do Aedes ,além da palestra  ministrada pela equipe de  Zoonoses, os professores estarão realizando brincadeiras lúdicas e passeatas com os alunos.

RETORNO DA OPERAÇÃO QUEBRA CADEADOS

leave a comment »

Os agentes do Centro de Controle de Zoonoses muitas vezes encontram dificuldades para conseguir realizar os trabalhos de busca ativa de criadouros do mosquito transmissor da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela por encontrar imóveis fechados/abandonados  ou por recusa dos proprietários.

Em 2015, durante a epidemia de Dengue,  o Departamento Jurídico da Fundação Municipal de Saúde conseguiu autorização para abrir os locais com  risco para moradores vizinhos e que encontravam-se fechados.

Esta ação foi denominada “Quebra Cadeado” e  consiste em abrir os imóveis , realizar a busca de criadouros , retirar objetos que retenham água e fechar novamente o local.

Esta semana mais uma operação foi realizada com sucesso no bairro do Estádio.

Agentes do CCZ retiraram centenas de inservíveis que serviam de criadouros de mosquitos e colocaram  raticida no local.

Solicitações para este serviço devem ser realizadas através da Ouvidoria pelo telefone 3526-7105.

E FICOU ASSIM:

CARNAVAL SEM DENGUE, ZIKA OU CHIKUNGUNYA

leave a comment »



serpentina

 

Nosso Carnaval começa bem antes dos desfiles  e bailes na cidade.

A Fundação Municipal de Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses estará realizando várias ações para prevenir que os foliões curtam o Carnaval e não fiquem doentes depois.

Os agentes que trabalham contra o mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus estarão realizando bloqueio de criadouros com larvicidas e remoção de criadouros nas ruas e casas próximos à Passarela do Samba.

Com o grande número de pessoas circulando nestas datas festivas, é necessário estar sempre atento.

mala 2

Para quem vai viajar, os cuidados começam antes da partida:

. Verifique a caixa d’água se está bem tampada;

. Limpe as calhas;

. Tampe os ralos e abaixe as tampas de vasos sanitários;

. Limpe a bandeja externa da geladeira;

. Recolha e acondicione o lixo do quintal e deixe as lixeiras bem tampadas;

. Limpe a bandeja coletora de água do ar condicionado;

. Coloque areia nos pratos de plantas;

. Limpe e guarde as vasilhas de bichos de estimação;

. Cubra a piscina;

. Remova folhas ou objetos que possam reter água no quintal.

Ao retornar da viagem , só terá boas lembranças e ao invés de mosquitos e doenças.

E não esqueça:

. Utilizar repelentes , hidratar-se e  se tiver sintomas como: febre, dor pelo corpo ou nos olhos, procurar imediatamente atendimento médico.

Vamos impedir que estes vírus viagem com nossas famílias.

 

Mais de 9 mil pessoas assistiram em março palestras do IEC

leave a comment »

Departamento da Zoonoses falou sobre a Dengue para empresas, escolas, igrejas e órgãos da administração pública

Dengue 04 03 15 (23)

 

Dengue 03 15 (29)

 

Asssembléia de Deus 03 15 (6)

 

Chensom (3)

 

Dengue 03 15 (16)

 

Dengue tarde 03 15 (7)

 

Guarda Mirim 03 15 (7)

 

Dengue 25 02 15 (4)

 

Escola Nazarena 03 15 (7)

 

dengue_02 07 07 15

 

tarde (1)

 

 

O mês de março foi de muito trabalho para o IEC, departamento de Informação, Educação e Comunicação do Centro de Controle de Zoonoses. Nesse período foram realizadas 55 palestras, todas sobre a Dengue em diversas empresas, escolas, igrejas e também para órgãos da administração pública. De acordo o departamento, 9.245 pessoas assistiram às apresentações, todas elas acompanhadas de material informativo sobre a doença como forma de transmissão e os principais sintomas. 

O público que acompanhou as palestras viuatravés de slides, o ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, a atuação do vírus dentro do organismo, as maneiras de eliminar os criadouros do inseto e os locais onde o Aedes escolhe para se procriar. Este trabalho complementou as ações de combate à Dengue, realizadas pelos agentes de saúde através da busca ativa por criadouros de casa em casa e também a nebulização realizada nos bairros e centro da cidade. As palestras do IEC podem ser solicitadas através dos telefones 3535-4441 ou 3527-0309.

 

TEMAS DE PALESTRAS MINISTRADAS PELO IEC

leave a comment »

dengue 30 04 14 (17)

ELAINE

O departamento de IEC – Informação, Educação e Comunicação ministra palestras gratuitamente em escolas, igrejas, projetos, condomínios, SIPATs, etc.

Os temas são:

. Dengue

. Animais Peçonhentos

. Posse Responsável de Animais

. Caramujos Africanos

. Pombos Urbanos

. Ratos

. Leptospirose

. Leishmaniose

. Morcegos

, Morcegos para crianças

. Verminoses

. Piolhos

. Larva Migrans

. Raiva / Morcegos

. Raiva

Todas as palestras  tem duração de  40 minutos em  média.  São bem dinâmicas e acompanham folhetos e cartazes.

Agendamento : 3535-4441 ou 3527-0309 com Sol ou Elaine.

 

 

Zoonoses alerta para a importância da vacinação antirrábica

leave a comment »

                                                                                                                              vaccina

. Doença já foi registrada em dois equinos na região de Batovi

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Rio Claro faz um alerta para a importância de manter os animais de grande porte, equinos e bovinos e também os de pequeno porte, cães e gatos, protegidos contra a raiva, através da vacinação. Este mês, o CCZ registrou  dois casos positivos de raiva em equinos na região de Batovi. A orientação para os proprietários de animais de grande porte é procurar doses da vacina contra a doença na Casa da Agricultura (órgão estadual), que fica na rua 3-A, número 903, entre as avenidas 38-A e 40-A, na Vila Alemã.

Com relação aos cães e gatos, o CCZ já está realizando um bloqueio do vírus no distrito, com vacinação feita de casa em casa pelos agentes de saúde. Os proprietários que não estiverem em suas casas no momento da visita devem procurar o Canil, localizado na avenida 8 entre as ruas 1 e 1-B, Cidade Nova ou o Centro de Controle de  Zoonoses, na Rua Alfa s/nº, Distrito Industrial. Pessoas que tiveram contato com animais suspeitos devem procurar orientação na Vigilância Epidemiológica, através do telefone 3532-3720.

A raiva é um doença viral prevenível de mamíferos, que geralmente é transmitida através da mordida de uma animal infectado. A penetração do vírus acontece através da saliva do animal infectado, principalmente pela mordedura, arranhadura, lambedura de mucosas. O vírus penetra no organismo, multiplica-se no ponto de inoculação, atinge o sistema nervoso periférico e, posteriormente, o sistema nervoso centra (sentido centrifugo). A partir daí, dissemina-se para vários órgãos e glândulas salivares, onde também se replica (sentido centrípeto) e é eliminado pela saliva das pessoas ou animais enfermos.

Em humanos a raiva pode matar se o ferimento não for limpo imediatamente e abundantemente com água e sabão e administrada a vacina.

Todos os anos, mais de 15 milhões de pessoas em todo o mundo recebem uma vacinação pós-exposição para prevenir a doença. A OMS estima que esse procedimento evita centenas de milhares de mortes por raiva anualmente.

PASSEATA : VIDA SIM, DENGUE NÃO

leave a comment »

DIA D Passeata 06 12 13  (19)

DIA D Passeata 06 12 13  (27)

DIA D Passeata 06 12 13  (14)

DIA D Passeata 06 12 13  (15)

                                                                                                                                         DIA D Passeata 06 12 13  (13)

Em prosseguimento às ações preventivas – Dia D – foi realizada  na última sexta-feira, 06/12/13 uma passeata: VIDA SIM, DENGUE NÃO,  com apitaço ao redor do Jd. Público, centro da cidade  para chamar a atenção da população sobre esta grave doença e a necessidade da união de TODOS para a eliminação de criadouros e mosquitos.

Participaram do evento: E.M. Marcelo Schmidt, Instituto Alan Kardec, Sepladema, Guarda Municipal, Defesa Civil, Comitê contra Dengue, Pastoral da Saúde, Agentes de Saúde, Força Tática da PM, CCZ ; a todos que participaram, nossos agradecimentos.

Retorno de Ausentes no Jd. Ipê e São Paulo

leave a comment »

No próximo sábado, 26/10, das 9 ás 12h, haverá Retorno de Ausentes com
bloqueio de criadouros nos bairros Jardim Ipê e Jardim São Paulo , com
a colaboração de equipes da Saúde da Família.
Os agentes irão procurar, eliminar e orientar sobre criadouros do
mosquito dentro das residências onde o morador não foi encontrado
durante a semana. O bloqueio de criadouros é realizado com larvicidas
em locais onde não é possível retirar a água como: ralos, canaletas,
depósitos de água, etc.
A colaboração da população é fundamental, recebendo os agentes e suas
orientações.As ações serão transferidas em caso de chuva.

Agentes 10 13 (3)