DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘batovi

CCZ ORIENTANDO SOBRE ESCORPIÕES NA E.M. DENIZARD FRANÇA

leave a comment »

O escorpionismo em crianças menores de 14 anos e em idosos tende a ser mais grave e estes necessitam de rápido atendimento para evitar-se agravamentos e óbitos.

A Secretaria de Educação de Rio Claro juntamente com o CCZ estão orientando alunos através de palestras, conversas, folhetos e amostras para que, conhecendo o animal e seus hábitos, evite-se acidentes com escorpiões.

Alunos dos dois períodos da E.M. Denizard Frrança, em Batovi, receberam estas informações, folhetos e a escola fixou cartaz em sua entrada que, informa os pais, moradores e trabalhadores de cerâmicas que transitam pelo local.

Raiva animal leva Zoonoses até Batovi para falar com alunos

leave a comment »

Casos da doença estão concentrados em animais de grande porte

 

Cerca de 100 alunos da escola Denisard França, no distrito de Batovi, em Rio Claro, receberam esta manhã a equipe do IEC- Informação, Educação e Comunicação, do Centro de Controle de Zoonoses. A palestra feita para as crianças foi direcionada à raiva animal, uma doença que está preocupando o setor de saúde da cidade, já que vários casos da doença em equinos e bovinos já foram confirmados pelo Instituto Pasteur.

A maioria dos alunos da escola Denisard pertence a famílias que moram na zona rural do município e que estão mais próximas dos morcegos hematófagos, espécie que ataca rebanhos e que pode transmitir a doença. Atentos, os alunos assistiram aos slides, fizeram muitas perguntas sobre a doença e depois assistiram a um vídeo que mostra como a Turma da Mônica, criação de Maurício de Souza, está protegendo os animais de estimação contra a raiva.

Para completar o trabalho de informação, o IEC distribuiu entre as crianças um folheto que explica o que é a raiva, como ela se manifesta e o que podemos fazer para que os animais fiquem protegidos.

A palestra faz parte de um trabalho de intensificação do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) no combate à doença para impedir seu avanço na cidade. A campanha de vacinação contra a raiva este ano será antecipada. A data do início da vacinação em massa ainda deve ser confirmada. Independente da campanha, os donos de animais domésticos (cães e gatos), podem procurar o CCZ (Rua Alfa, s/nº, Distrito Industrial) ou ainda o Canil Municipal (linha férrea da avenida 8, centro), para vacinar gratuitamente seus animais. Qualquer dúvida o CCZ coloca o seu telefone à disposição: 3527-0309 ou 3535-4441.

Já os proprietários de animais de grande porte que ainda não providenciaram a vacina em seus animais, devem adquiri-las em Casas Agropecuárias. Dúvidas sobre a vacinação em equinos e bovinos os pecuaristas podem entrar em contato com a Casa da Agricultura (órgão estadual), localizada na Rua 3-A, número 903, entre as Avenidas 38-A e 40-A, na Vila Alemã.

Denizer morcegos 29 04 14 (1)

Denizer morcegos 29 04 14 (4)

Zoonoses alerta para a importância da vacinação antirrábica

leave a comment »

                                                                                                                              vaccina

. Doença já foi registrada em dois equinos na região de Batovi

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Rio Claro faz um alerta para a importância de manter os animais de grande porte, equinos e bovinos e também os de pequeno porte, cães e gatos, protegidos contra a raiva, através da vacinação. Este mês, o CCZ registrou  dois casos positivos de raiva em equinos na região de Batovi. A orientação para os proprietários de animais de grande porte é procurar doses da vacina contra a doença na Casa da Agricultura (órgão estadual), que fica na rua 3-A, número 903, entre as avenidas 38-A e 40-A, na Vila Alemã.

Com relação aos cães e gatos, o CCZ já está realizando um bloqueio do vírus no distrito, com vacinação feita de casa em casa pelos agentes de saúde. Os proprietários que não estiverem em suas casas no momento da visita devem procurar o Canil, localizado na avenida 8 entre as ruas 1 e 1-B, Cidade Nova ou o Centro de Controle de  Zoonoses, na Rua Alfa s/nº, Distrito Industrial. Pessoas que tiveram contato com animais suspeitos devem procurar orientação na Vigilância Epidemiológica, através do telefone 3532-3720.

A raiva é um doença viral prevenível de mamíferos, que geralmente é transmitida através da mordida de uma animal infectado. A penetração do vírus acontece através da saliva do animal infectado, principalmente pela mordedura, arranhadura, lambedura de mucosas. O vírus penetra no organismo, multiplica-se no ponto de inoculação, atinge o sistema nervoso periférico e, posteriormente, o sistema nervoso centra (sentido centrifugo). A partir daí, dissemina-se para vários órgãos e glândulas salivares, onde também se replica (sentido centrípeto) e é eliminado pela saliva das pessoas ou animais enfermos.

Em humanos a raiva pode matar se o ferimento não for limpo imediatamente e abundantemente com água e sabão e administrada a vacina.

Todos os anos, mais de 15 milhões de pessoas em todo o mundo recebem uma vacinação pós-exposição para prevenir a doença. A OMS estima que esse procedimento evita centenas de milhares de mortes por raiva anualmente.