DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘bombeiros

Bombeiros recebem orientação sobre FEBRE MACULOSA.

leave a comment »

A equipe de Informação e Educação  do Centro controle de Zoonoses estive essa semana na sede  do Corpo de Bombeiros de Rio Claro para orientações sobre Febre Maculosa.

Sabendo que nossa região tem registrado vários óbitos da doença, o CCZ foi levar informações sobre a doença, já que a equipe de Corpo de Bombeiros sempre está em áreas de risco.

Febre maculosa é uma doença transmitida pelo carrapato-estrela ou micuim da espécie Amblyomma cajennense. Esse carrapato pode ser encontrado em animais de grande porte (bois cavalos, etc.), cães, aves domésticas, roedores e, especialmente, na capivara, o maior de todos os reservatórios naturais.

Para haver transmissão da doença, o carrapato infectado precisa ficar pelo menos quatro horas fixado na pele das pessoas.

A febre maculosa tem cura desde que o tratamento com antibióticos seja introduzido nos primeiros dias, após o surgimento dos sintomas.

Os sintomas são febre alta, dor no corpo, dor da cabeça, inapetência, desânimo. Depois, aparecem pequenas manchas avermelhadas nas palmas das mãos e sola dos pés, as máculas que crescem e tornam-se salientes.

A prevenção da febre maculosa pode ser feita da seguinte forma:

Examine seu corpo cuidadosamente a cada três horas pelo menos quando for passear em áreas de mato. Use roupas claras porque facilitam enxergar melhor os carrapatos.

Coloque a barra das calças dentro das meias e calce botas de cano mais alto nas áreas que possam estar infestadas por carrapatos. Tenha cuidado ao retirar o carrapato que estiver grudado em sua pele;

* Não se esqueça de que os sintomas iniciais da febre maculosa são semelhantes aos de outras infecções e requerem assistência médica imediata. Caso sinta os sintomas procure uma unidade de saúde e avise ao Medico que esteve em contato com carrapato ou área de risco. Essa informação e muito importante e pode salvar sua vida.

CCZ adota medidas de combate ao Zika Vírus

leave a comment »

A microcefalia em recém-nascidos ocasionada pela contaminação da gestante pelo Zika Vírus, assustou o país. A doença que até então demonstrava apresentar apenas sintomas leves, sem grandes consequências, passou a ser uma ameaça para as grávidas. Surgiu então o Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia. Nele o governo relacionou uma série de medidas, entre elas, intensificar a campanha de combate ao mosquito de dezembro de 2015 a junho de 2016, inspecionar todos os domicílios e instalações públicas e privadas urbanas até 31 de janeiro de 2016, por meio de força-tarefa com a participação de agentes de combate a endemias, agentes comunitários de saúde, forças armadas, defesa civil, bombeiros e policiais militares e realizar inspeções mensais até fevereiro e bimestrais, de março a junho de 2016, por meio de força-tarefa.

Em Rio Claro o Centro de Controle de Zoonoses já deu início às ações. As imobiliárias da cidade estão sendo contatadas para que recebam orientações sobre o combate ao mosquito. Corretores de imóveis são uma das peças-chave desse enfrentamento já que estão diariamente em contato com imóveis fechados, locais onde pode haver focos do Aedes. Em uma das apresentações feitas pelo IEC ficou evidente a importância da participação desse setor nas ações da Zoonoses. Entre as recomendações feitas aos corretores estão os cuidados com caixas d´água, ralos externos, calhas e piscinas dos imóveis que estão em negociação.

dengue 07 12 15 (7)Nas floriculturas as orientações se concentram na drenagem dos vasos e floreiras, para que a água não se acumule. Em algumas plantas, como a bromélia, atenção especial, por reter a água em seu interior.

 

A preocupação se estende na venda das plantas ao consumidor que deverá ser orientado a não transformar o vaso em um criadouro. Para isso a Fundação Municipal de Saúde produziu um adesivo que passará a ser entregue ao cliente no ato da venda.