DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘carnaval

Hoje é último dia para se proteger contra a febre amarela no carnaval

leave a comment »

Para que a imunização contra a febre amarela tenha efeito para o período do carnaval, que neste ano será de 2 a 6 de março, a vacinação deve ocorrer até hoje  (19). A recomendação do governo paulista é, sobretudo, para quem vai viajar para áreas de mata e ribeirinhas, pois a proteção efetiva só ocorre após dez dias. A cobertura vacinal contra febre amarela no estado alcança 70%, em média, com variação entre as regiões.

Todo o estado tem recomendação da vacina por causa da circulação do vírus. A imunização é indicada para pessoas a partir dos 9 meses de idade. Pacientes portadores de HIV positivo e transplantados devem consultar o médico sobre a necessidade da vacina. Não há indicação para gestantes, mulheres amamentando crianças com até 6 meses de idade e imunodeprimidos, como pacientes em tratamento quimioterápico, radioterápico ou com corticoides em doses elevadas.

Os foliões que não se vacinarem no prazo adequado devem evitar entrar em áreas verdes e devem usar repelentes e roupas compridas e de cor clara para reforçar a prevenção, conforme orientação da Secretaria Estadual de Saúde.

O último balanço do governo paulista, que considera o período de janeiro à primeira quinzena de fevereiro, confirma a ocorrência de 36 casos de febre amarela silvestre em São Paulo, dos quais nove resultaram em morte. Em 2018, foram 502 casos e 175 mortes. Em 2017, foram registrados 74 casos e 38 mortes. Não há casos de febre amarela urbana no Brasil desde 1942.

Arboviroses

O verão – com o aumento das chuvas – é o período mais propício à proliferação de doenças transmitidas por arbovírus, os quais são transmitidos ao homem por artrópodes, ou seja, por meio da picada de insetos como o Aedes aegypti. Dengue, chikungunya e zika, além da febre amarela, estão entre as arboviroses mais comuns no Brasil. No caso da febre amarela, como o vírus em circulação, é o da forma silvestre, e as transmissões ocorrem pelo mosquito Haemagogus e Sabethes.

Fonte- Agência Brasil

Anúncios

CARNAVAL SEM DENGUE, ZIKA OU CHIKUNGUNYA

leave a comment »



serpentina

 

Nosso Carnaval começa bem antes dos desfiles  e bailes na cidade.

A Fundação Municipal de Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses estará realizando várias ações para prevenir que os foliões curtam o Carnaval e não fiquem doentes depois.

Os agentes que trabalham contra o mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya e Zika Vírus estarão realizando bloqueio de criadouros com larvicidas e remoção de criadouros nas ruas e casas próximos à Passarela do Samba.

Com o grande número de pessoas circulando nestas datas festivas, é necessário estar sempre atento.

mala 2

Para quem vai viajar, os cuidados começam antes da partida:

. Verifique a caixa d’água se está bem tampada;

. Limpe as calhas;

. Tampe os ralos e abaixe as tampas de vasos sanitários;

. Limpe a bandeja externa da geladeira;

. Recolha e acondicione o lixo do quintal e deixe as lixeiras bem tampadas;

. Limpe a bandeja coletora de água do ar condicionado;

. Coloque areia nos pratos de plantas;

. Limpe e guarde as vasilhas de bichos de estimação;

. Cubra a piscina;

. Remova folhas ou objetos que possam reter água no quintal.

Ao retornar da viagem , só terá boas lembranças e ao invés de mosquitos e doenças.

E não esqueça:

. Utilizar repelentes , hidratar-se e  se tiver sintomas como: febre, dor pelo corpo ou nos olhos, procurar imediatamente atendimento médico.

Vamos impedir que estes vírus viagem com nossas famílias.