DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘castrações

TRABALHOS DO CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES

leave a comment »

O Centro de Controle de Zoonoses é um departamento da Fundação Municipal de Saúde que tem como função cuidar das doenças (noses) que os animais (zoo) transmitem, como dengue, raiva, leptospirose, leishmaniose, entre outras.

Animais peçonhentos (que não transmitem doenças mas são um problema considerável para a saúde pública) também é um trabalho realizado, com identificação das espécies e orientações preventivas aos moradores.

 O serviço de recolhimento, identificação e envio para análise de Raiva, estende-se aos morcegos. Quando encontrado um exemplar contaminado, é realizada vacinação em todos os animais da área e observação de animais e humanos por dez dias. A aplicação de vacina antirrábica é realizada diariamente no CCZ e são realizadas campanhas anuais com pontos fixos nos bairros e zona rural.

A desratização é realizada gratuitamente através de raticidas aplicados nas residências após solicitação através da Ouvidoria Municipal : 3526-7105; os agentes colocam as iscas em locais onde crianças e animais domésticos não tem acesso e voltam para monitoramento. Este trabalho também é realizado nos mais de 3000 bueiros da cidade.

              O mosquito palha, transmissor da da Leishmaniose é monitorado com armadilhas que são montadas na zona rural e urbana, onde são identificados focos para controle juntamente com a SUCEN.

                Pombos, Piolhos, Carrapatos e Caramujos Africanos tem atenção especial pelo número de doenças que transmitem e  a facilidade de multiplicação. Os agentes orientam sobre desinfecção de ambientes infestados e armadilhas para os caramujos com descarte correto.

               Agentes de Endemias realizam busca ativa de criadouros do mosquito transmissor da Dengue, Chikungunya, Zika e Febre Amarela em casas e comércio, os agentes de vetores trabalham com a busca ativa em pontos estratégicos como ferro velhos, borracharias, indústrias e realizam nebulização para controle epidêmico.

Com o objetivo de ampliar as informações pertinentes aos serviços desenvolvidos no setor da saúde do município e considerando a importância de informar sobre as ações humanas e suas consequências para consigo, para sua própria espécie, para outros seres vivos e o ambiente, o setor de Educação e Comunicação do CCZ, ministra palestras em escolas, empresas, projetos, igrejas, etc, a fim de prevenir sobre diversas zoonoses  e a posse responsável de animais. Estas importantes informações são compartilhadas também nas redes sociais como Facebook, Twitter , Instagram e Blog.

Confira os números dos trabalhos do CCZ durante o ano de 2020:

Castrações

Total Animais Agendados …………………….. 3.485

Total Animais Castrados ………………………  3.038

Raticida …………………………………………….. 1.778

Vacinas cães e gatos ……………………………. 2.971

Dengue / Ouvidoria ……………………………….. 611

Obs. Animais agressores ………………………… 514

Vistorias Imóveis Estratégicos – IE – …………. 310

Vistorias Pontos Estratégicos – PE – ………….1.275

Equinos / Obs.Raiva …………………………………. 06

Cobras …………………………………………………… 04

Caramujos ……………………………………………… 45

Escorpiões ………………………………………………126

Galináceos ………………………………………………. 31

Morcegos Orientações ………………………………. 65

Morcegos Captura ……………………………………. 64

Pombos ………………………………………………….. 56

Insetos /Carrapatos ………………………………… 128

Leishmaniose …………………………………………… 69

Arboviroses : Combate às Endemias

Imóveis percorridos …………………………………………. 244.562

Imóveis Trabalhados ………………………………………… 131.605

Arboviroses: Controle de Vetores

Nebulização ……………………………………………………….. 9.820

Vistoria em obras …………………………………………………….. 66

Educação e Comunicação

Eventos e Palestras …………………………………………….. 28.443

Redes Sociais / Acessos …………………………….média   30.000

Cresce o número de castrações de animais na Zoonoses

leave a comment »

O projeto de castração de cães e gatos, implantado em 2011 pelo Centro de Controle de Zoonoses vem a cada mês atingindo números mais expressivos. Neste mês de outubro, o setor realizou 455 esterilizações, sendo 228 cães e 227 gatos, machos e fêmeas. Esse resultado poderia ter sido ainda melhor se todos os agendamentos tivessem ocorrido conforme o programado pelo setor. No entanto muitos proprietários deixaram de comparecer no dia e hora marcados com seu animal para a realização da cirurgia. Em outubro foram 542 procedimentos agendados. Desses 87 não resultaram em esterilizações porque o dono não apareceu e não desmarcou o horário.

Apesar de todo o empenho em castrar o maior número possível de animais, a Zoonoses ainda encontra alguma resistência de proprietários. Mesmo assim, se forem somados todos os anos desde a criação do projeto, Rio Claro já castrou 19.109 animais. Somente neste ano de 2018 foram agendados 4.173 procedimentos e realizadas 3.446 castrações.

O atendimento feito pela Zoonoses prioriza as pessoas de baixa renda, permitindo que tenham acesso ao serviço. Com isso é possível esterilizar muito mais animais, evitando que eles se reproduzam e que filhotes acabem sendo abandonados pela cidade. Apesar de ser prioridade, o atendimento não é exclusivo para os que não podem pagar pelo procedimento. Ele está aberto a toda a população.

Para ter acesso ao serviço de castração da Zoonoses o munícipe pode ligar para 3535-4441 ou 3533-7155 e pedir informações sobre cadastros, agendamentos e encaixes. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira das 7h00 às 16h00.

Apesar das ausências, cresce o número de castrações na Zoonoses

leave a comment »

As alterações feitas pelo Centro de Controle de Zoonoses no sistema de agendamento permitiram um crescimento no número de castrações em cães e gatos nos últimos 4 meses, apesar das ausências dos proprietário nos dias e horas marcados. De acordo com dados do CCZ, no mês de julho, 434 animais passaram pelo procedimento, superando os números de abril quando foram feitas 412 castrações. Em março, quando as mudanças ainda estavam sendo planejadas, o número de cães e gatos esterilizados foi de 261. As principais mudanças que tornaram possível as castrações realizadas foram a opção por encaixes, quando acontece de o proprietário não comparecer com o animal no dia agendado e a Zoonoses colocar outro em seu lugar e o remanejamento de médicos veterinários em suas funções.

A responsável pelo agendamento, Nildes Ferreira explica que antes a Zoonoses perdia muitos procedimentos por conta da desistência da cirurgia ou mesmo ausência do proprietário sem aviso. Só em julho, 76 proprietários de animais não compareceram no agendamento. Agora com a opção do encaixe, outros animais que também precisam passar pelo procedimento ocupam essas “vagas” e assim completam o quadro estimado para aquele dia. A funcionária ressalta ainda que se todos os animais agendados em julho tivessem sido castrados o número seria maior, de 508. No entanto, devido às faltas, o encaixe foi a maneira encontrada para não comprometer a meta do CCZ. Outro fator positivo foi o reforço na equipe de veterinários, conseguido através do remanejamento de funções. As castrações hoje são realizadas nos dois períodos, manhã e tarde. Quem sai ganhando com isso é o munícipe que tem cães ou gatos em casa, mas sem condições de pagar por uma cirurgia. O atendimento feito pela Zoonoses prioriza as pessoas de baixa renda, permitindo que tenham acesso ao serviço. Com isso é possível esterilizar muito mais animais, evitando que eles se reproduzam e que filhotes acabem sendo abandonados pela cidade.

Para ter acesso ao serviço de castração da Zoonoses o munícipe pode ligar para 3535-4441 ou 3533-7155 e pedir informações sobre cadastros, agendamentos e encaixes. O atendimento é feito de segunda a sexta-feira das 7h00 às 16h00.

Zoonoses mantém sua meta e fecha maio com 374 castrações

leave a comment »

O programa de castração gratuita do Centro de Controle de Zoonoses vem mantendo a sua meta, fechando o mês de maio com 374 castrações, uma média de quase 19 castrações por dia. Neste período foram esterilizados 214 gatos e 160 cães. Voltado principalmente para a população de baixa renda, o programa começou a ser reformulado no ano passado com alterações que agilizaram o atendimento e agendamento de animais. De janeiro a maio já foram castrados pela Zoonoses, 1.430 animais. O resultado já supera o de 2016, antes do início das reformulações.

A castração de animais é um procedimento considerado de extrema importância para o controle populacional. Além disso, a esterilização protege o animal de diversas doenças que podem matar, como o tumor. Nas fêmeas ela previne o câncer de mama e nos machos o de próstata. Prevenindo o surgimento dessas doenças evita-se que o animal tenha que passar por cirurgias na velhice, quando o risco de complicações e óbitos é maior.

Para agendar a castração é preciso fazer um cadastro com dados do proprietário. Os interessados podem ligar para os telefones 3535-4441 ou 3533-7155 de segunda a sexta-feira das 7h00 às 16h00.

Vacinação antirrábica

Outro compromisso importante para quem tem cães ou gatos é protegê-los contra a raiva. A campanha anual de vacinação do Centro de Controle de Zoonoses começa em 22 de julho. Vários postos de vacinação serão montados nos finais de semana para garantir que toda a população tenha acesso à imunização de seu animal. O calendário completo pode ser consultado no endereço https://cczrioclaro.wordpress.com/vacinacao-antirrabica/.

Written by I.E.C - CCZ

20/06/2018 at 8:24 am

FUNDAÇÃO MUNICIPAL COMEMORA MAIS DE DUAS MIL CASTRAÇÕES

leave a comment »

No dia 14 de Abril de 2011, foi inaugurado o centro  cirúrgico do Centro de Controle de Zoonoses, para realização do Programa de Castração Gratuita.

A previsão era de 100 animais a serem castrados mensalmente.

Graças ao empenho e determinação das profissionais Dra. Camila Ramos Alves  e Dra. Livia Prado, sob supervisão do coordenador Dr. Josiel Hebling, antes de completar um ano,  foi alcançada a marca de mais de 2000 castrações gratuitas,  realizando uma média de 183 castrações mensais.

A maior causa de abandono de animais é a gravidez indesejada.  Muitas vezes, juntamente com os filhotes abandonam a mãe destes, deixando-os à mercê do tempo, com sede, fome, ficando doente e transmitindo doença para pessoas e animais.

 Uma fêmea que vive 15 anos pode gerar quase 20 mil filhotes, isto, calculando-se apenas 6 crias por cio.

 Nos machos a castração inibe brigas e xixi para marcação de território, doenças venéreas, fugas e perdas.

Quanto antes castrar um animal, melhor.  As fêmeas castradas antes do primeiro cio diminuem 90%  infecção  uterina e câncer de mamas.

Para realizar agendamento para castração gratuita é só ligar:  3527-0309 ou 3535-4441.

Mãe em estado deplorável abandonada com seus filhotes. Ação evitável com a castração gratuita

CÃES ABANDONADOS NAS RUAS

leave a comment »


Um dos principais motivos de abandono de animais nas ruas, é a cria indesejada.

Segundo a WSPA (Sociedade Mundial de Proteção Animal), uma única cadela, com uma vida reprodutiva de 6 anos, pode gerar 100 (cem) descendentes, enquanto uma gata em apenas 2 anos pode deixar 200 (duzentos) descendentes. São números realmente assustadores e podem ser piores, se pensarmos que estes descendentes diretos também procriam. Mas estes números provam que tentarmos reduzir a população com apreensão e eutanásia é, no mínimo, falho, além de ser um crime.

Por esta razão, a Fundação Municipal de Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses, instituiu em Abril o programa de castração gratuita em nosso município e que nesta semana superou a marca de 1.000 cirurgias. A meta inicial seria de 100 castrações/mês. Graças às instalações apropriadas e à dedicação de seus profissionais, estes números alcançaram 250 animais/mês.

Com este trabalho, dentro de pouco tempo espera-se notar a diminuição de animais abandonados e com isto, a diminuição também  de zoonoses que podem ser transmitidas, tais como sarna, verminoses, etc.

Ex.: Uma cadelinha teve 4 filhotes = 2 machos e 2 fêmeas . Em seis meses, estas duas fêmeas darão mais 8  filhotes. A mãe inicial também… Já serão 16 no ano, e assim sucessivamente. Com estas castrações realizadas, em apenas um ano a cidade de Rio Claro deixará de ter pelo menos 16.000 animais nascidos, que poderiam ser abandonados. Isto, levando-se em consideração apenas 4 filhotes por cria, o que sabemos não ser a realidade. As fêmeas podem dar 6, 8, 10 ou mais filhotes.

Para maiores informações a respeito de castrações o telefone é 3535-4441 e 3527-0309

CENTRO DE CONTROLE DE ZOONOSES

Written by I.E.C - CCZ

03/10/2011 at 10:49 am