DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘hidratação

Unidade de atendimento da dengue começou a funcionar

leave a comment »

11054306_455321614615188_3758920469985012376_n

10404503_455322004615149_2052373947955411743_n                                      11025941_455321984615151_4822495526859165344_n

A Fundação Municipal de Saúde de Rio Claro colocou em funcionamento nesta terça-feira (03) o Centro de Triagem e Hidratação voltado ao atendimento exclusivo de pessoas com sintomas ou exames positivos de dengue.

O Centro de Triagem ou “unidade de campanha” está localizado na esquina da Avenida 26 com a Rua Samambaia, no bairro de Santana; e funcionará de domingo a domingo, das 7 às 17 horas, com dois médicos, três enfermeiros, cinco técnicos de enfermagem e equipe de suporte, como escriturários, recepcionistas e pessoal de manutenção.

O Centro de Triagem e Hidratação está auxiliando no atendimento já prestado pelas unidades de saúde dos bairros e desafogar as unidades de emergência, UPA e PA Cervezão. Portanto, todas as pessoas com sintomas de dengue ou exames atestando a doença podem se dirigir à unidade do bairro ou ao Centro de Triagem. “As unidades de campanha são recursos utilizados quando existe uma situação de alerta. Com ela teremos condições de atender melhor aos pacientes com dengue e resguardar o município de um agravo maior na situação”, explica o secretário Geraldo de Oliveira Barbosa.

Estrutura
O Centro de Triagem e Hidratação ou “unidade de campanha” tem estrutura básica para o atendimento e assistência imediata do paciente. Foram montados dois consultórios e uma ala de emergência. Também foi providenciado um setor com macas para as pessoas idosas ou com alguma debilidade. A hidratação para pacientes com sintomas mais leves será feita em cadeiras com o devido suporte para soro. Na recepção haverá atendentes fazendo o cadastramento dos pacientes. Todo material utilizado é descartável.

Transporte
Para quem precisa utilizar ônibus para ter acesso à “unidade de campanha”, a opção é a linha Vila Olinda, que sai da estação sentido bairro, passa na “unidade de campanha” e retorna para o centro da cidade. Mas a Fundação definiu parceria com a empresa Rápido São Paulo, que terá horários especiais de ônibus transportando pacientes que se encontram na UPA e PA Cervezão, duas unidades de emergência que necessitam ser desafogadas.

1661871_455321874615162_6533591460742630400_nCentro de Hidratação (14)

Ações de combate à Dengue são ampliadas em Rio Claro

leave a comment »

Número de doentes aumenta e casos se espalham pela cidade

Já chegou a 73 o número de casos de doentes diagnosticados com a dengue em Rio Claro este ano. O número parece pequeno diante de outras cidades do interior de São Paulo, mas a velocidade da reprodução do mosquito Aedes aegypti, transmissor da doença, preocupa as autoridades já que com a circulação do inseto e a chegada da chuva, o número de casos pode aumentar consideravelmente nas próximas semanas. Por isso várias ações têm sido realizadas pela Fundação Municipal de Saúde através do departamento de Informação, Educação e Comunicação (IEC), do Centro de Controle de Zoonoses.

Além de intensificar as palestras em escolas, associações de bairros e projetos sociais, o IEC tem realizado panfletagem em bares e restaurantes  nos bairros onde há maior número de doentes. Esta semana o carro de som está circulando pela cidade alertando os moradores sobre o perigo dos criadouros que estão dentro das residências e os sintomas da doença. Também foram colocados cartazes e faixas chamando a atenção para o problema no terminal rodoviário por onde circula um grande número de pessoas todos os dias e ainda no campus da Unesp da Bela Vista. Os agentes que trabalham diariamente na busca ativa de ovos e larvas do mosquito também intensificaram as ações, assim como as equipes de nebulização.

Os casos da doença registrados em Rio Claro estão distribuídos por vários bairros. Latas, pneus, garrafas espalhados pelo quintal ou ainda vasos de plantas podem estar favorecendo a colocação dos ovos do mosquito, que se transformam em larvas. Depois de cinco dias já há infestação do Aedes aegypti dentro das residências. O vírus provoca fortes dores pelo corpo e pode matar. As pessoas contaminadas podem ter dor de cabeça , dor na região dos olhos, febre alta, dores de barriga, vômito, falta de apetite e pequenas manchas vermelhas pelo corpo. Apenas um desses sintomas já pode ser um indício da doença. Por isso a recomendação é procurar sempre atendimento médico,  ainda que tenha apenas uma forte dor de cabeça e iniciar imediatamente a hidratação do corpo, com soro e líquidos (água, sucos, chás).

Dengue 23.04 (2)

Dengue 23 04 14 (1)

Dengue 23 04 14 (9)

DSC03245

DSC03246

DSC03250