DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘infestação

São Paulo lança plano estadual de combate à dengue

leave a comment »

Campanha em rodovias e nos municípios irá alertar sobre o risco oferecido pelo mosquito e convocará população a participar das ações

 

O Governador do Estado anunciou uma campanha de combate ao Aedes aegypti, transmissor da dengue,  chikungunya e zika vírus. Entre as ações de destaque do Plano Estadual está a campanha publicitária da Secretaria de Comunicação (Secom) para alertar a população sobre o risco oferecido pelo mosquito, assim como a importância da participação popular na prevenção.

A campanha publicitária terá uma identidade visual criada especialmente para esta ação. Além das mídias tradicionais de rádio e televisão, a campanha vai considerar as mídias digitais,  como Facebook, Instagram, Twitter e WhatsApp, que terão conteúdo voltado ao tema. Para facilitar as ações de campo coordenadas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES), também serão providenciados materiais impressos sobre prevenção ao Aedes.

A Secretaria da Saúde preparou uma mobilização para fevereiro para envolver a sociedade e os municípios em torno da necessidade de eliminação de focos do mosquito. Entre 11 e 16 de fevereiro será realizada a Semana Especial, em parceria com os municípios, com ações coletivas, como arrastões, limpezas e eliminação de criadouros, além de distribuição de materiais informativos.

O plano prevê ações integradas com outras pastas e órgãos estaduais, como Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo), que fará a distribuição de panfletos em algumas praças de pedágio, além de inserir mensagens de orientação sobre combate ao Aedes nos letreiros das rodovias.

Ações de conscientização

Também está previsto para o dia 13 de fevereiro o “Dia D” de limpeza nas margens das rodovias para retirada de pneus, entulhos e outros itens que podem ser potenciais criadouros do mosquito.

Agentes da Defesa Civil farão, ao longo de fevereiro, ações especiais com profissionais da Sucen (Superintendência de Controle de Endemias) em cidades consideradas prioritárias, de acordo com os índices de infestação.

Em 16 de fevereiro, as Secretarias da Saúde e do Meio Ambiente farão uma ação de combate contra o Aedes aegypti e de conscientização nos parques estaduais, com apoio da Sucen e distribuição de materiais informativos.

Em parceria com a Educação, será realizado em fevereiro o Dia Especial de combate ao mosquito nas escolas estaduais, com mobilização dos alunos para “caça” a possíveis criadouros. A Secretaria da Saúde estuda, ainda, a criação de um “selo de qualidade” a ser entregue aos municípios que reduzirem ou mantiverem índices de infestação de larvas do mosquito em níveis satisfatórios.

Índice larvário ainda é alto revela análise

leave a comment »

Pela quarta vez no ano município mantém estado de alerta

A última Análise de Densidade Larvária (ADL) do ano, realizada de 1 a 15 de outubro pelo Centro de Controle de Zoonoses apontou, mais uma vez, que o município está em estado de alerta com relação à proliferação do mosquito Aedes aegypti. O resultado divulgado nesta terça-feira mostrou um índice de densidade de 1.2, pouco acima do registrado na análise feita em julho, de 1.1. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, número menor que 1.0 registrado na ADL é classificado como tolerável; de 1 a 3,9, situação de alerta; e superior a 4, situação de risco.

Com o retorno das chuvas e as temperaturas mais altas, há uma preocupação de que o número de larvas cresça nos próximos meses. Por isso é tão importante o envolvimento de todos na eliminação dos criadouros e da água parada.

Por região, a área mais crítica em Rio Claro é a que engloba os bairros Bonsucesso, Novo Wenzel, Bom Retiro e outros 23, incluindo Jardim Guanabara, Jardim Brasília e adjacências, com índice de 2.39. Também a área B, onde estão os bairros Cervezão, Jardim Progresso, Jardim Ipanema, Jardim Portugal, Jardim Primavera, Recanto Paraíso, Jardim Panorama e mais 40 bairros, é considerada crítica com índice de 1.46. Neste sábado (20) haverá mutirão no Recanto Paraíso e Jardim Panorama para recolher possíveis criadouros do mosquito.

Nas casas vistoriadas foram encontradas larvas em plantas aquáticas, pratos de plantas, bebedouros, galão de água, ralos externos, caixas d´água, pneus, baldes, regadores, piscina, material de construção, peças de sucatas, lonas, encerados, latas de tinta, potes de sorvete, vasilhas para animais, entre outros locais.

O Centro de Controle de Zoonoses solicita que a população esteja atenta, não deixe água parada em recipientes e adote a vistoria dentro de casa como um hábito constante.

Written by I.E.C - CCZ

17/10/2018 at 1:19 pm

Agentes concluem mais uma avaliação de densidade larvária

leave a comment »

Resultados podem ser divulgados amanhã e irão mostrar a situação do município no momento com relação ao Índice larvário

Os agentes do Centro de Controle de Zoonoses terminaram nesta quarta-feira (10), mais um trabalho de avaliação de densidade larvária. O resultado que pode ser divulgado nesta sexta-feira vai mostrar como está a situação do município em relação a infestação de larvas do Aedes aegypti.

Esse índice é apurado sempre nos meses de janeiro, julho e outubro, e consiste em oferecer dados para que o município possa traçar estratégias de combate ao mosquito que transmite Dengue, Zika e Chikungunya.

Durante os próximos 15 dias, equipes de agentes estarão nos 4 setores da cidade, em visitas que são aleatórias, na busca por larvas que indiquem a infestação do mosquito. Através desses dados é possível conhecer quais setores estão mais vulneráveis e traçar planos de trabalho de controle do vetor.

Em 2014 o último índice do Breteau apontou 1.1 de infestação de larvas. Em 2015, 1.3 e em 2016, 0.7. Em 2017 o levantamento realizado em outubro revelou um índice de 0,5.  De acordo com a OMS, o número menor que 1 é classificado como tolerável; de 1 a 3,9, situação de alerta; e superior a 4, risco de surto.

Caça às larvas

leave a comment »

 

O Centro de Controle de Zoonoses realizou de 1 a 15 de julho a Avaliação de Densidade Larvária. O índice conhecido como Breteau é o valor numérico que permite conhecer o nível de infestação de larvas do Aedes aegypti nos quatro setores do município percorridos pelos agentes. No total foram trabalhadas 124 quadras e 2.449 imóveis.

Embora os casos de Dengue tenham diminuído este ano em Rio Claro, os trabalhos de prevenção das equipes continuam sendo realizados. Os resultados do Breteau e do IIP (Índice de Infestação Predial) permitem a Zoonoses direcionar as ações de combate ao Aedes aegypti procurando diminuir a incidência das doenças  transmitidas pelo mosquito. O resultado final foi divulgado dia 20 e apontou um índice de 0.3, considerado satisfatório. A EPTV acompanhou o trabalho dos agentes. Confira no link:

http://g1.globo.com/sp/sao-carlos-regiao/jornal-da-eptv/videos/v/centro-de-controle-de-zoonoses-de-rio-claro-coleta-dados-para-calcular-indice-de-breteau/5997175/