DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘lixozero

A mosca-varejeira é perigosa?

leave a comment »

Sim – ela pode até matar.

O grande problema é que esses insetos comutam facilmente entre um ambiente sujo, como um lixão, e o churrasco das nossas casas. Nas moscas coletadas dentro do hospital, por exemplo, encontramos bactérias responsáveis por dois terços das infecções hospitalares do mundo

A varejeira faz parte de uma família de moscas de cor azul ou verde-metálico, as califorídeas, cuja espécie principal é a Cochliomyia hominivorax. Ela utiliza a vítima – qualquer animal de sangue quente incluindo o ser humano – como hospedeira de sua prole, depositando ovos onde houver alguma ferida aberta.

“Ao nascerem, as larvas invadem a pele e se alimentam corroendo os tecidos vivos que encontrarem pela frente, devorando até ossos e cartilagens”, diz José Henrique Guimarães, entomólogo do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (USP). Esse tipo de infecção, chamada miase, é qe leva à morte se não for combatida a tempo.

Existem dois tipos de miase provocados por estas moscas: a cutâneo traumática (que ataca a pele) e a nasofaringeana (que ocorre em casos de secreção nasal, principalmente rinite).

A segunda tem maior probabilidade de ser fatal. O animal mais atingido pela varejeira costuma ser o gado, principalmente os bezerros, em feridas no local onde foi cortado o cordão umbilical.

Filhotes Vorazes

Se tiverem a chance, as larvas da varejeira devoram o hospedeiro até o osso.

O lugar favorito para a mosca depositar seus ovos é a borda de um ferimento na pele de um animal de sangue quente.

Entre 12 a 24 horas depois, as larvas eclodem dos ovos e começam a se alimentar dos tecidos vivos do hospedeiro, cavando a carne até os ossos as cartilagens

O que fazer para evitar  moscas varejeiras?

Coloque o lixo em sacos e lixeiras fechadas.

  1. O lixo é uma das coisas que mais chamam moscas varejeiras. Tape bem tudo

que jogar fora e jamais ponha a comida diretamente dentro da lixeira.

  • As moscas varejeiras sentem o cheiro do lixo no ar. Tire o lixo regularmente para evitar o acúmulo de maus odores.

Que é bom para espantar mosca?

O lugar favorito para a mosca depositar seus ovos é a borda de um ferimento na pele de um animal de sangue quente.

Entre 12 a 24 horas depois, as larvas eclodem dos ovos e começam a se alimentar dos tecidos vivos do hospedeiro, cavando a carne até os ossos as cartilagens

O que fazer para evitar  moscas varejeiras?

Coloque o lixo em sacos e lixeiras fechadas

. O lixo é uma das coisas que mais chamam moscas varejeiras. Tape bem tudo que jogar fora e jamais ponha a comida diretamente dentro da lixeira.

. As moscas varejeiras sentem o cheiro do lixo no ar. Tire o lixo regularmente para evitar o acúmulo de maus odores.

Que é bom para espantar mosca?

. Inseticida. …

. Vinagre. …

. Cravo da Índia e limão. …

. Água, álcool e arruda. …

. Louro, eucalipto e manjericão. …

. Armadilha Caseira

Fonte: Revista Super Interessante

LIXO NO LUGAR ERRADO = BICHOS DENTRO DE CASA

leave a comment »

QUEM JOGA LIXO EM RUAS, PRAÇAS, TERRENOS, ESTRADAS, PENSA ESTAR SE LIVRANDO DELE, MAS ESTÁ GERANDO PROBLEMAS PARA TODA A CIDADE

O lixo, entulho, móveis velhos, restos de podas descartados incorretamente, atraem roedores, animais peçonhentos, mosquitos que depois buscam por abrigo em nossas casas e podem causar muitos transtornos e doenças.

A Prefeitura de Rio Claro, através da Sala Verde, que é um setor da Secretaria de Meio Ambiente e com apoio da empresa Sustentare, produziram um folheto informativo sobre o tema e a utilização dos serviços municipais oferecidos.

O material será distribuído nas repartições da Fundação Municipal de Saúde para orientações ao público e outros setores municipais, como a Sala Verde, Secretaria de Meio Ambiente e Canil Municipal.

Estes folhetos ajudam a complementar os serviços de orientação realizados pelo CCZ através do setor de educação e comunicação que, realiza palestras como “Lixo = Bicho – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo” em escolas, empresas, projetos, igrejas, etc., visando uma maior conscientização dos munícipes sobre ações de descarte corretas e utilização dos serviços públicos oferecidos, tais como: coleta diária, coleta seletiva, Eco Pontos e caminhão Cata Bagulho.

O Centro de Controle de Zoonoses agradece a importante parceria que, auxilia na prevenção de doenças que podem ser transmitidas aos moradores pelos animais atraídos por descarte incorreto de materiais.

CCZ PARTICIPA DE CICLO DE PALESTRAS NA GUARDA MUNICIPAL

leave a comment »

A Guarda Civil Municipal de Rio Claro está realizando um ciclo de palestras para seus profissionais, visando a capacitação para uma melhor qualificação e eficiência nos serviços prestados pelos GCM’s.

O setor de educação e comunicação do Centro de Controle de Zoonoses participou com a palestrante Solange Mascherpe ministrando os temas: Lixo = Bicho – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo, Febre Maculosa e Posse Responsável de Animais. Assuntos pertinentes aos trabalhos diários das equipes da guarda.

Respeitando normas preventivas contra o Covid, como distanciamento, utilização de máscaras e higienização das mãos, as turmas foram divididas e as palestras foram realizadas durante dois dias para evitar assim, uma maior aglomeração.

Após o encerramento, os integrantes receberam certificados de participação.

Nossos agradecimentos ao comando da Guarda Civil Municipal pelo convite e oportunidade às informações; importantes parcerias para o desenvolvimento dos colaboradores e dos serviços públicos.

SECRETARIAS MUNICIPAIS REALIZAM AÇÃO CONJUNTA COM ACUMULADOR

leave a comment »

Ação tem objetivo de  auxiliar a saúde de vizinhos e família do acumulador

A Prefeitura de Rio Claro tem realizado diversas ações com acumuladores no município a fim de  inibir problemas como criadouros do Aedes aegypti transmissor da Dengue, pernilongos comuns, roedores, animais peçonhentos entre outros problemas gerados com a concentração exagerada de materiais inservíveis.

Foram necessários vários dias para que as equipes do Centro de Controle de Zoonoses, CRAS, CAPS, VISA, SEMA, Associação Novo Tempo realizassem a retirada de 5,49 toneladas de materiais de dentro da casa de um acumulador no bairro Cidade Jardim. 3.490 Kg de material foram destinados ao Aterro Sanitário e 2.000 Kg de material reciclável. Toda ação teve apoio da Guarda Municipal.

O morador está sendo monitorado e recebendo auxílio médico.

Além dos problemas ocasionados  para o próprio acumulador, sua   família e vizinhos, toda a cidade sofre com as conseqüências do hábito de aglomerar exageradamente materiais em  casas, quintais, terrenos e até mesmo em vias públicas.

Para denúncias de acumuladores ou descarte incorreto de materiais, a solicitação deve ser registrada através da Ouvidoria Municipal: 3526-7105.