DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘material

Prefeitura retira cinco toneladas de lixo em casa de acumulador

leave a comment »

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), vinculado à prefeitura de Rio Claro por meio da Secretaria Municipal de Saúde, enviou equipe nesta semana a um imóvel no Bairro do Estádio de onde foram retiradas perto de cinco toneladas de potenciais criadouros do Aedes aegypti. O morador da residência é considerado acumulador, pessoa que tem dificuldade de se desfazer de objetos, mesmo que não tenham mais nenhuma utilidade.

Foram retirados do local, na quarta-feira (10), móveis velhos e recipientes recicláveis, além de colchões e eletrodomésticos sem condições de uso, como ventilador e televisão velhos. Essa não foi a primeira vez que agentes estiveram no local, pois o morador estava sendo monitorado pelos agentes do Centro de Controle de Zoonoses. Muitos dos objetos entulhados acumulavam água em quantidade suficiente para servir de foco do mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. Além do perigo da reprodução do mosquito, esse material também podia atrair ratos, baratas e escorpiões, gerando risco para toda a vizinhança.

“Todo o material recolhido foi levado ao aterro sanitário, pois não havia condições de reciclar nada do que retiramos”, explica o gerente do CCZ, Diego Reis, explicando que outras visitas a acumuladores estão na programação de serviços da Secretaria da Saúde. De acordo com Reis, situações de acúmulo de lixo e materiais inservíveis podem gerar notificação e multa inicial de R$ 340,62 que aumenta de acordo com as reincidências até o limite de R$ 34.062,00.

A ação em imóveis de acumuladores conta com participação de outros setores da Saúde municipal, como Vigilância Sanitária, Centro de Atenção Psicossocial e rede de Atenção Básica. Além disso, colaboram com a iniciativa as secretarias municipais do Desenvolvimento Social; Segurança, Defesa Civil Mobilidade Urbana e Sistema Viário; Meio Ambiente; Obras e Serviços; e Agricultura, Abastecimento, Silvicultura e Manutenção.

CCZ leva informação sobre dengue no “Cinema Ambiental”

leave a comment »

A prefeitura de Rio Claro promove até amanhã sexta-feira (5), atividade de aprendizado lúdico sobre o meio ambiente, com a realização do “Cinema Ambiental”, no Lago Azul. O CCZ está presente levando informações preventivas sobre dengue e disponibilizando material para ser apresentado na entrada e nos intervalos dos filmes.

Com exibição de cinema de graça para a população, principalmente para as crianças, os filmes em cartaz são Wall-E, Lorax e Bee Movie – A História de uma Abelha. A estrutura será montada ao lado do Centro de Formação Ambiental, na Sala Verde do Lago Azul, cuja entrada é pela Rua 2-A.

Mais de 1 tonelada e meia de criadouros é retirada em mutirão

leave a comment »

O mutirão realizado no último sábado (13) pelo Centro de Controle de Zoonoses no bairro Bonsucesso recoheu 1 tonelada e mais 730 quilos de criadouros do mosquito Aedes aegypti . Com  isso, somente neste ano de 2019 foram retirados de casas, terrenos, calçadas e praças da cidade mais de 15 toneladas de inservíveis. Além do caminhão Cata Bagulho da Secretaria de Meio Ambiente, que deu apoio à ação, a Zoonoses utilizou também caminhonetes para conseguir recolher tanto material. O alerta continua para todos. Material que pode ser reciclado deve ser levado aos ecopontos da cidade ou podem ainda ser levados pelo caminhão Cata Bagulho que possui um cronograma de trabalho abrangendo toda a cidade. O município continua em situação de alerta para a dengue. Os números mais recentes divulgados pela Vigilância Epidemiológica apontam para 72 casos de dengue em Rio Claro.

Agentes recebem orientações sobre segurança do trabalho

leave a comment »

Agentes de combate a endemias fizeram na terça-feira, 12, um treinamento com a equipe do Sesmt- Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho. No encontro, o técnico de segurança do Sesmt, Sérgio Arena, o engenheiro de segurança do Trabalho, Pedro Teruel e a Chefe de Núcleo Miriam Chimello expuseram objetivamente a importância da utilização dos EPI´s para prevenção de acidentes de trabalho e de doenças ocupacionais. A equipe manteve o foco em assuntos como riscos ambientais, físicos, químicos entre outros.

Os agentes também puderam fazer sugestões com relação ao material que utilizam diariamente. Alguns deles como botas e luvas estão entre os equipamentos que os protegem nas tarefas diárias e apesar de nem sempre serem confortáveis, são de uso obrigatório.

Ficou claro também no encontro que os agentes podem procurar o Sesmt caso tenham alguma sugestão que contribua no aperfeiçoamento do material que já é utilizado. “Estamos abertos para atendê-los caso encontrem alguma dificuldade com relação à utilização dos EPI´s”, disse a Chefe de Núcleo.

Written by I.E.C - CCZ

19/03/2019 at 9:46 am

Risco de ataques de escorpiões aumenta com o frio

leave a comment »

Engana-se quem pensa que com a proximidade do inverno, desaparecem os chamados insetos oportunistas, aqueles bichinhos indesejáveis que invadem a casa da gente, se escondem e se tornam uma ameaça à saúde. Assim como gostamos de temperaturas confortáveis, abrigo e comida, escorpiões e aranhas também procuram por lugares mais quentes.

Por conta do frio, os insetos tendem a se esconder nos cantos das casas e dentro de sapatos, casacos e roupas de cama. Por isso, é importante sempre deixar a casa arejada e ter atenção ao pegar peças do vestuário pouco usadas. Outra forma de evitar o abrigo dos escorpiões é não acumular telhas e tijolos empilhados em casa. De janeiro a abril o Centro de Controle de Zoonoses atendeu a 49 solicitações feitas por conta do aparecimento de animais peçonhentos, entre eles o escorpião. Na região de Rio Claro os mais comuns são o amarelo, marrom e o Bothriurus, um escorpião pequeno, escuro e muito presente em dormentes de trilhos.

O escorpião mais perigoso é o amarelo, que causa dor e suor no local da picada, agitação, alterações respiratórias, náuseas e vômitos. Em crianças e pessoas debilitadas pode até levar à morte.

Medidas de prevenção:

– Manter jardins e quintais limpos; evitar o acúmulo de entulhos, folhas secas, lixo doméstico, material de construção nas proximidades das casas; evitar secar roupas no chão ou em cercas e muros.

– Evitar folhagens densas (plantas ornamentais, trepadeiras, arbusto, bananeiras e outras) junto a paredes e muros das casas; manter a grama aparada; limpar periodicamente os terrenos baldios vizinhos, pelo menos, numa faixa de um a dois metros junto das casas;

– Sacudir roupas e sapatos antes de usá-los, pois os escorpiões podem se esconder neles e picar ao serem comprimidos contra o corpo; combater a proliferação de insetos, para evitar o aparecimento de escorpiões que deles se alimentam; verificar a presença de escorpiões em hortifrutigranjeiros e outros produtos;

– Vedar frestas e buracos em paredes, ralos, assoalhos e vãos entre o forro e paredes para impedir o trânsito de escorpiões pela residência.

Palestra reúne alunos da escola Hélio Jorge

leave a comment »

Alunos de 3 a 5 anos do Complexo Educacional Hélio Jorge dos Santos, localizado no Jardim Novo I, assistiram esta manhã a uma palestra sobre a dengue, apresentada pelo setor de Informação, Educação e Comunicação (IEC) do Centro de Controle de Zoonoses. Atentos, eles conheceram o mosquito causador da dengue, o Aedes aegypti e através de slides e videos infantis interagiram sobre questões ligadas a doença.

Apesar de ainda pequenos, os alunos conseguiram entender como a doença é perigosa e a importância de alertar os pais para os lugares que podem servir de criadouros para o mosquito. Atentos os pequenos receberam um material informativo, doado pela empresa Vedacit e preparado especialmente para atender ao público infantil, com personagens da Turma da Mônica.

Dengue 20 03 14 (3)

 

dengue 28 03 14

 

dengue 28 03 14 (5)

 

dengue 28 03 14 (7)