DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘saúde

Zoonoses vacina animais no III Saúde no Campus

leave a comment »

Como nas edições anteriores, o Centro de Contro de de Zoonoses (CCZ) participa do III Saúde no Campus, uma iniciativa do poder público com as instituições de ensino do município. Durante 3 dias, de amanhã até quinta-feira, dia 23,  no campus da Unesp uma série de serviços e atividades estarão à disposição da população. O CCZ estará presente vacinando cães e gatos contra a raiva e oferecendo orientações sobre animais peçonhentos.

O evento, que tem a participação de alunos de vários cursos, oferece ainda teste de glicemia, tipagem sanguínea, vacinação para pessoas acima de 18 anos, entre muitos outros serviços. O III Saúde no Campus acontece das 8h00 às 11h00 e das 14h00 às 19h00. A entrada é pela portaria principal da Unesp, na avenida 24-A.

Anúncios

Servidores de todo o Estado participam do Educom

leave a comment »

O Educom Saúde-SP, projeto desenvolvido pela Vigilância em Saúde da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo e pela Escola de Comunicação e Artes (ECA-USP) é a mais uma ferramenta criada com o objetivo de promover a mobilização comunitária para as ações de vigilância e controle das arboviroses urbanas transmitidas pelo Aedes aegypti. A iniciativa destina-se a um grupo de servidores e colaboradores envolvidos com o controle da dengue nos seus respectivos municípios. Duas funcionárias do Centro de Controle de Zoonoses, Solange Mascherpe e Daiana Carolina Joaquim, participaram do curso presencial de 14 a 16 de maio. A ação será complementada com um programa a distância, com duração de três meses, reforçando a aprendizagem educomunicativa dos mesmos servidores, entre agosto e novembro deste ano.

O projeto alia marcos teóricos da educação e da comunicação para as atividades formativas a grupos de profissionais da saúde, do Estado e dos municípios com mais de 100 mil habitantes, capacitando-os a articular práticas educomunicativas para a mobilização da população. A meta é atender, ao fim do processo, um total estimado entre 250 e 300 agentes de saúde.

Tigre mobiliza sua equipe para combater dengue e outras doenças

leave a comment »

tigre2A empresa Tigre está mobilizando seus colaboradores para juntos trabalharem no combate ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya. O trabalho preventivo contou com a orientação da equipe do Centro de Controle de Zoonoses que realizou palestras para cerca de 1.400 funcionários de vários setores. Além de alertar os funcionários sobre o perigo que o mosquito representa e a necessidade de eliminação de criadouros, as palestras abordaram também a questão do lixo e de como o seu armazenamento incorreto pode trazer consequências para a saúde, com o surgimento de animais como ratos e escorpiões.

O boneco Cabeção, que representa os agentes de saúde e um agente fantasiado do mosquito ajudaram na transmissão das informações na linha de produção da empresa. Cartazes foram fixados nos quadros de aviso, panfletos distribuídos e atividades pedagógicas fizeram parte do sorteio de prêmios. Nas cestas básicas dos funcionários foram colocadas receitas de larvicidas. Para complementar a atividade, a Zoonoses expôs seu acervo de animais peçonhentos.

Além das palestras, o Boneco Cabeção e Mosquitos percorreram a linha de produção orientando os colaboradores, foram fixados cartazes nos quadros de avisos, atividades pedagógicas relativas à Dengue foram distribuídas com sorteio de prêmios , colocados folhetos informativos e  receita de larvicida natural nas cestas básicas e exposição de vidrarias com animais peçonhentos.

A empresa já colocou em prática as medidas preventivas como fechamento de ralos, vistoria em materiais nos pátios e a troca das bromélias que dos jardins por outras plantas que não acumulem água.

06 05 19 (21)

06 05 19 (4)

07 05 19 (8)

CCZ redobra os cuidados com a dengue no Dia das Mães

leave a comment »

13 05 18

IMG-20180508-WA0015

 

 

 

 

 

 

 

Uma ação conjunta entre o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), da Fundação Municipal de Saúde e a administração dos cemitérios da cidade visando o combate ao Aedes aegypti será realizada neste domingo, dia 12 de maio, quando se comemora o Dia das Mães. Doze agentes da Zoonoses estarão das 8h00 às 17h00 fazendo um trabalho de orientação junto aos visitantes e recolha de material que acumule água. O objetivo é evitar que, em decorrência do grande movimento de pessoas nos jazigos, aumente o número de focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue.

Espera-se neste domingo um movimento de cerca de 40 mil pessoas no Cemitério São João Batista, 5 mil no Cemitério das Palmeiras e outras 1,5 mil no Cemitério Evangélico.

Faixas, cartazes, folhetos e alertas serão fixados nos cemitérios em locais visíveis incluindo as lixeiras indicando que o acúmulo de água em vasos de plantas e embalagens plásticas pode representar um perigo para a saúde, já que são considerados criadouros do mosquito.

A recomendação para as pessoas que irão homenagear os mortos enfeitando com flores seus túmulos é para que joguem fora, nas lixeiras espalhadas pelos cemitérios, as embalagens plásticas que envolvem os vasos. A água parada em pequenos locais pode servir de abrigo para os ovos e larvas do mosquito.

As pessoas também devem ficar atentar com relação aos pratinhos utilizados nos vasos de plantas. Eles devem estar furados ou preenchidos com areia para não permitir a proliferação do mosquito da dengue.

EMPRESAS ORGANIZAM BRIGADISTAS CONTRA DENGUE

leave a comment »

 

Neste momento em que várias cidades sofrem com surtos e epidemias de Dengue e  suspeitos aumentam diariamente, a necessidade de ações para evitar a  transmissão da doença  é fundamental.

Procurar e  eliminar qualquer local ou quantidade de água parada se faz necessário em nossas casas, locais de trabalho ou lazer.

A Fundação de Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses orienta funcionários das empresas através de palestras e  trabalhos preventivos.

Uma das orientações da equipe de Informação e Educação do CCZ é a organização de Brigadistas contra o Aedes e  algumas empresas já se mobilizaram neste sentido, treinando trabalhadores para eliminação de criadouros no local de trabalho e levando estas ações para suas residências.

A empresa Agroceres realizou ciclo de palestras e organizou equipe de brigadistas que realizam a busca e retirada de criadouros semanalmente dentro dos prédios, nos objetos de trabalho e na área externa.

Parabéns à direção da empresa e colaboradores que,  com apenas alguns minutos semanais,  auxiliam na eliminação dos “berços” de mosquitos transmissores da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela; iniciativa que deve ser seguida por todos nós.

 

 

 

ZOONOSES MARCA PRESENÇA EM AÇÃO EDUCATIVA NO JARDIM DAS NAÇÕES

leave a comment »

No último sábado,  27 de abril, a equipe do Centro de Controle de Zoonoses esteve no conjunto habitacional Jardim das Nações I, juntamente com outras secretarias municipais ,  para a realização de uma manhã  sócio educativa com as crianças.

A vidraria com os Animais Peçonhentos e a confecção de máscaras foi a atração do evento, que recebeu em média 250 crianças.

O Boneco Cabeção, também esteve presente conversando e brincando com as crianças.

As crianças foram orientadas do perigo da dengue em nosso município,  como agir ao encontrar com algum animal peçonhento e o que fazer caso seja picado.

Índice larvário continua alto com focos do Aedes em vários bairros

leave a comment »

O Núcleo de Combate a Endemias do Centro de Controle de Zoonoses divulgou na quinta-feira (25) durante reunião do Comitê de Antropozoonoses a mais recente Análise de Densidade Larvária (ADL) registrada em Rio Claro, realizada em abril. Os números refletem a preocupação da Saúde com a quantidade de criadouros existentes na cidade. A ADL apontou índice de 1.8 para o I.B (número de recipientes positivos para o Aedes) e 1.7 para o I.P. (porcentagem de imóveis positivos para o Aedes). Com isso Rio Claro permanece em situação de alerta.

O boletim da Vigilância Epidemiológica registra até o momento 101 casos positivos de dengue. Desses 12 são importados e 82 autóctones. Na reunião foi ressaltada ainda a informação de que o tipo 2 da Dengue já circula no município. “Os números confirmam que, infelizmente, ainda existem muitos criadouros do mosquito dentro das residências, o que reforça a importância da participação da população nesta luta contra a dengue”, observa Maria Clélia Bauer, secretária municipal de Saúde.

De acordo com a Chefe de Núcleo Maria Júlia Guarnieri Baptista, os bairros com concentração maior de casos da doença são Santa Cruz, área central, Bonsucesso, Novo Wenzel. No entanto, ela ressalta que praticamente em todos os setores da cidade há casos positivos da doença. “É preciso mais do que nunca a participação da população para que Rio Claro mantenha a situação sob controle com relação ao número de pessoas infectadas, já que mais uma vez lembramos que a maior parte dos criadouros são encontrados dentro de casa”, afirmou Maria Júlia.

De janeiro até o dia 29 de abril, cerca de  18 toneladas de criadouros foram recolhidas nos bairros durante os 11 mutirões de limpeza realizados aos sábados. O local mais crítico foi no Boa Vista 1 e 2 e Jardim Santa Maria quando no dia 9 de março agentes retiraram 2.430 quilos de inservíveis.

As  próximas ADL´s serão realizadas em julho e outubro.