DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘trabalho

Sesmt faz treinamento com agentes de vetores

leave a comment »

O Sesmt- Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho, órgão da administração pública, cuja função principal é proteger a integridade física e mental dos servidores, esteve no Centro de Zoonoses realizando um treinamento com a equipe de agentes de vetores. Dois assuntos tiveram destaque especial: a importância da utilização dos EPI´s –Equipamentos de Proteção Individual e o papel das Ordens de Serviço que orienta como a atividade deve ser realizada com o objetivo de reduzir os riscos de acidentes de trabalho.

Riscos ambientais e conscientização dos servidores, também foram assuntos abordados durante o encontro realizado pelo técnico de segurança Sérgio Arena e engenheiro de segurança do trabalho Pedro Teruel. Várias colocações foram feitas pelos participantes visando esclarecer dúvidas com relação às atividades desenvolvidas no dia a dia. O Sesmt já havia feito um treinamento anterior com a equipe dos agentes de endemias.

Anúncios

Written by I.E.C - CCZ

17/05/2019 at 11:05 am

Armadilhas monitoram mosquitos transmissores de doenças

leave a comment »

Cumprindo uma rotina de inspeção, o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realizou a colocação de armadilhas para captura de insetos da família dos Flebotomíneos, incluindo-se nesse grupo os mosquitos transmissores da Leishmaniose Tegumentar e Visceral.

Nessa primeira etapa, o trabalho, que segue até o mês de junho, se concentrou no bairro Novo Wenzel. Os mosquitos eventualmente capturados pelas armadilhas serão encaminhados para a Sucen- Superintendência de Controle de Endemias, responsável pela identificação dos insetos.

Os mosquitos transmissores da Leishmaniose Visceral ou Tegumentar vivem em ambientes escuros, úmidos e com acúmulo de lixo orgânico, folhas de árvores acumuladas em quintais e áreas de galinheiros. Suas fêmeas se alimentam de sangue, preferencialmente ao fim da tarde, para o desenvolvimento de seus ovos.

Indivíduos infectados com a Leishmaniose Visceral apresentam febre de longa duração, fraqueza, emagrecimento e palidez como sintomas. Fígado e baço podem ter seu tamanho aumentado, já que a doença acomete estes órgãos, podendo atingir também a medula óssea. O período de incubação é muito variável: entre dez dias e dois anos.

Já a Leishmaniose Tegumentar os sintomas são lesões na pele ou mucosas. As lesões de pele podem ser única, múltiplas, disseminada ou difusa. Elas apresentam aspecto de úlceras, com bordas elevadas e fundo granuloso, geralmente indolor. As lesões mucosas são mais frequentes no nariz, boca e garganta. Quando atingem o nariz, podem ocorrer entupimentos, sangramentos, coriza e aparecimento de crostas e feridas. Na garganta, os sintomas são dor ao engolir, rouquidão e tosse.

Usar repelentes quando estiver em região com casos de leishmaniose e armazenar adequadamente o lixo orgânico (a fim de evitar a proliferação do mosquito), são ações que podem evitar o surgimento do mosquito e uma possível contaminação.

A importância do veterinário no Nasf

leave a comment »

             DSC08072

 

O trabalho do médico veterinário junto ao Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) foi discutido durante um encontro que aconteceu no auditório 2 da Educação. Na ocasião, a veterinária Amanda Maria Borotti, do Centro de Controle de Zoonoses apresentou um trabalho realizado por ela e por agentes do PSF do distrito de Ajapi, junto as famílias da comunidade. Elas responderam a um questionário com perguntas sobre animais, meio ambiente e segurança alimentar.

A Organização Mundial de Saúde aponta que 70% das doenças emergentes e reemergentes estão relacionadas aos animais e vetores artrópodes (carrapatos, pulgas e mosquitos). Isso significa dizer que a presença de um profissional capacitado junto às equipes que estão próximas da comunidade, pode evitar uma série de complicações relacionadas a doenças transmitidas pelos animais.      O resultado do trabalho mostrou que nas famílias que responderam ao questionário existe um desconhecimento da relação homem/animal/ ambiente/alimentação. Esse dado é preocupante já que a prevenção a certas doenças pode ficar comprometida.

Palestra : Secretaria Municipal de Educação

leave a comment »

Quinta-feira, dia 12 de Janeiro, o Centro de Controle de Zoonoses esteve na Secretaria Municipal de Educação para alertar profissionais da educação sobre o perigo da Dengue.

Continue lendo »