DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘VERMES

POR QUE VERMIFUGAR É TÃO IMPORTANTE

leave a comment »

A vermifugação em cães e gatos é muito importante, pois ajuda a proteger os animais das doenças causadas pelos vermes. Estes parasitas são uma ameaça não só para os pets, mas também para você e sua família, já que alguns carregam um risco zoonótico, ou seja, podem ser transmitidos para o seu humano.

A vermifugação deve ser feita por toda a vida do seu pet, não somente quando ele é filhote. Ela protege o animal contra inúmeras verminoses, e pode ser realizada até 3 vezes por ano, sempre de acordo com a orientação do médico-veterinário.Geralmente os pets são infectados quando vão passear e cheiram o ambiente, lambem outros cães, pisam em solo contaminado, entre outros. Mas, assim como nos humanos, pode haver contaminação por meio da placenta e do leite materno. Por isso é tão importante que a mãe dos filhotes esteja com sua vermifugação em dia.

Muitas vezes o animal não tem nenhum sintoma e, mesmo assim pode ter parasitas. Já em alguns casos o pet pode ter cólicas, diarreia, vômitos esporádicos ou ficar lambendo a região perineal insistentemente.

Animais com vermes eliminam ovos nas fezes, contaminando o ambiente e colocando outros pets e seus tutores em risco. Vermes penetram na pele quando pisamos em solo contaminado, quando ingerimos água, consumimos alimentos ou tocamos em objetos contaminados.

Para evitar estes problemas, mantenha em dia a vermifugação de seus pets e deixe-os sempre higienizados, principalmente quando voltam da rua.

Limpe as patinhas com produtos específicos para animais, bem como seus pertences, sempre com água e sabão, eliminando ovos que possam estar por ali.

E siga sempre rigorosamente as instruções do médico-veterinário, vermifugando ao mesmo tempo todos os animais que convivem no mesmo ambiente. Isso garante um ambiente mais saudável e feliz para seus pets e para você!

Vermes: evitamos com bons hábitos – como lavar as mãos

leave a comment »

tenia-vermes-corpo

Lavar as mãos é uma ação que deve fazer parte da rotina de todas as pessoas. As mão são utilizadas o tempo todo para pegar objetos, manusear ferramentas, cumprimentas as pessoas, agradar os animais… portanto está  o tempo todo sujeita a contaminação por sujeira, bactérias, vírus e também ovos desses parasitas conhecidos como vermes (dependendo do lugar onde colocamos as mãos). Outro motivo para cuidar de nossas mãos, é que ela está em contato com a nossa boca o tempo todo, quando comemos um salgado ou um sanduíche, roendo as unhas, coçamos o queixo, e outras ações que fazemos sem perceber, portanto, ingerir as sujeiras e a contaminação presentes nas nossas mãos pode acontecer facilmente.

Tradicionalmente são chamadas de verminoses as doenças provocadas por organismos do Filo Platyhelminthes e Nematoda. Esses dois filos possuem representantes com corpo alongado e que popularmente são chamados de vermes.

Os platelmintos são conhecidos principalmente por possuírem corpo achatado. A maioria das espécies possui vida livre, entretanto, o grupo é mais conhecido pelos seus representantes parasitas. Como exemplo de platelmintos parasitas, podemos citar o Schistosoma mansoni e a Taenia sp., que causam, respectivamente, a esquistossomose e a teníase.

Os nematódeos, diferentemente dos platelmintos, não possuem corpo achatado, e sim cilíndrico e fino com extremidades afiladas. Assim como o outro filo descrito, a maioria é de vida livre, porém as espécies parasitas são as mais conhecidas. Como exemplo de nematódeos, podemos citar o Ascaris lumbricoides, causador da ascaridíase; Enterobius vermiculariscausador da oxiurose; Wuchereria bancrofticausador da filariose, e Ancylostoma duodenalecausador da ancilostomose.

Todos nós estamos sujeitos a ação desses parasitas, no entanto, alguns hábitos são de grande valor para prevenir as pessoas de serem parasitadas:

A água contaminada é uma das principais fontes de diversas verminoses.

Sintomas:

Normalmente se caracterizam por provocar sintomas como dores abdominais, enjoo, vômitos e diarreia. Em alguns casos, tais como na cisticercose, pode ocorrer o comprometimento cerebral.

Geralmente o diagnóstico das verminoses é feito através de exames de fezes e de sangue. Após a confirmação desse tipo de doença, são recomendados vermífugos como tratamento.

Como evitar:

  • Lave bem e com frequência as mãos, especialmente quando for lidar com alimentos, antes das refeições e depois de usar o banheiro. Lembre-se de utilizar sabão;
  • Lave cuidadosamente os alimentos antes de prepará-los, especialmente os que vão ser consumidos crus. De preferência, deixe verduras e legumes de molho por 15 minutos em uma solução de 1 litro de água com 1 colher de sopa (15mL) de água sanitária;
  • Procure não andar descalço em lugares em que não conheça as condições de higiene;
  • Beba apenas água filtrada. Se não for possível, ferva-a antes de beber;
  • Comer apenas carne bem passada;
  • Se precisar realizar refeições fora de casa, opte por locais que apresentem a higiene adequada.