DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘escorpião

CCZ ORIENTA SOBRE ESCORPIÕES E FEBRE MACULOSA NAS USFs

leave a comment »

Equipe de Educação e Informação juntamente com a bióloga Milene Weissmann, tem percorrido as unidades de saúde da família para orientações aos profissionais de saúde sobre Febre Maculosa e Escorpiões.
Estas parcerias são importantes para troca de conhecimento e melhor atendimento aos munícipes.
Nossos agradecimentos pela recepção às unidades dos bairros Boa Vista e Bonsucesso onde estivemos na última sexta-feira,  20.
Valeu pessoal!

 

 

ALUNOS DO COLÉGIO KOELLE RECEBEM CCZ

leave a comment »

Com parceria  de anos entre o Centro de Controle de Zoonoses e o Colégio Koelle, a equipe de Educação e Informação levou aos alunos dos terceiros anos,  a palestra sobre Animais Peçonhentos.

As crianças com média de oito anos, conheceram a importância, problemas, sintomas e prevenção relativos aos animais peçonhentos.

Após a apresentação, os alunos curiosos, puderam observar diversos animais peçonhentos com a exposição de vidrarias do CCZ.

Parabéns à direção e professores pela iniciativa e nossos agradecimentos pelo convite e pela oportunidade da informação.

 

CCZ TEM NOVO TEMA DE PALESTRA

leave a comment »

A Fundação Municipal de Saúde, através de sua equipe de educação e informação do CCZ, está ministrando a palestra: Lixo = Bicho – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo – em escolas, igrejas, projetos, unidades de saúde.
Apenas no último mês, Solange Mascherpe e Daiana Carolina Joaquim  já levaram informações sobre os problemas relacionados ao lixo, para mais de 2.000 pessoas.
O objetivo é a conscientização do público sobre as doenças geradas e a diminuição de materiais descartados por ruas e terrenos da cidade.
Colabore: jogue lixo apenas em locais corretos.

CCZ NA SIPAT PERFORTEX

leave a comment »

A Empresa Perfortex Tintas, iniciou a semana de SIPAT e o CCZ esteve presente com a palestra LIXO= BICHO – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo.

Com o grande enfrentamento de lixo jogado em ruas e terrenos da cidade,  a palestra tem o intuito de conscientizar as pessoas sobre o perigo que o descarte inadequado causa à saúde publica.

Jogar lixo nos terrenos favorece a proliferação de diversos bichos, insetos e animais peçonhentos. Basta um recipiente plástico jogado em um terreno, para que seja formado um verdadeiro criadouro de mosquitos da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre amarela.

Lixos atraem  ratos,  baratas e consequentemente  outros animais que alimentam-se destes, como  cobras,  escorpiões, entre outros; aumentando assim o número de acidentes com animais peçonhentos e a transmissão de diversas zoonoses.

É necessário  investir na conscientização da população a respeito da importância de adotar uma postura adequada em relação ao descarte de lixo.

 

 

 

PROJETO ADRA E ANIMAIS PEÇONHENTOS

leave a comment »

Lixo descartado incorretamente além de servir de criadouros de mosquitos, atrai baratas, ratos que servem de alimento para cobras  e  insetos que servem de alimentos para aranhas e escorpiões.

Preocupados com a proximidade destes animais em área urbana, o Centro de Controle de Zoonoses realiza palestras para informar e  prevenir acidentes com estes animais  que causam problemas  nas famílias e na saúde pública.

Na última terça feira, dia 15, alunos e funcionários do Projeto ADRA –  Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais = Núcleo Rio Claro – receberam através das representantes do CCZ,  Solange Mascherpe e Daiana Carolina Joaquim, uma série de palestras sobre o tema Animais Peçonhentos.

Além das informações, os presentes tiveram a oportunidade de conhecer os principais animais peçonhentos recolhidos nas residências da cidade e receberam folhetos com sintomas resultados do contato com estes animais.

Em caso de acidente com Animais Peçonhentos, a vítima deve procurar imediatamente o Pronto Atendimento da Santa Casa, onde receberá socorro e o soro específico.

Evite estes bichos jogando lixo em locais corretos.

 

 

 

CCZ orienta sobre descarte incorreto de lixo

leave a comment »

O Centro de Controle de Zoonoses em parceria com a Secretaria de Habitação está realizando várias ações para inibir o descarte incorreto de lixo em ruas e terrenos no entorno do Jd. das Nações II.

A Secretaria de Habitação distribuiu lixeiras para a área interna do condomínio para auxiliar a população, além da existência de lixeiras comunitárias e do lixo reciclável.

O CCZ está realizando palestras nos condomínios, nas escolas do bairro e proximidades, distribuição de cartazes,  folhetos e  passagem com carro de som orientando por exemplo, amarrar o saco de lixo antes do destino na lixeira comum.

Quando descartados incorretamente, os resíduos atraem ratos,  insetos como moscas e baratas que servem de alimento para atrair animais peçonhentos, como aranhas, escorpiões e cobras, além claro, do mosquito Aedes aegypti que encontra nos inservíveis, locais ideais para sua reprodução.

Colabore:  Jogue o lixo em locais corretos e perto do horário das coletas, evitando a proliferação de bichos indesejados.

 

Lixo 08 05 18 (3)

 

Lixo 08 05 18 (8)

Lixo 08 05 18 (23)Lixo 08 05 18 (17)Lixo 08 05 18 (12)Lixo 08 05 18 (7)

 

Crianças do Condomínio Polônia no Jardim das Nações recebem orientações sobre animais peçonhentos.

leave a comment »

O Condomínio Polônia no Jardim das nações recebeu nesta terça-feira funcionários do  Centro Controle de Zoonoses para alertar as crianças sobre animais peçonhentos.

As crianças  e alguns funcionários foram orientados sobre a prevenção, os sintomas e de como reagir caso encontre um peçonhento ou seja picado por ele.

 

 

              .

Em caso de acidente, a pessoa deve ser encaminhada, o mais rápido possível, para um hospital. Durante o socorro, o membro atingido deve ser colocado numa posição mais elevada em relação ao corpo e lavado apenas com água e sabão.

Lembrando que nunca, jamais deve-se amarrar o membro acidentado, nem sugar o ferimento com a boca. Também não é indicada a aplicação de qualquer tipo de substância  na lesão.

Caso não conheça o animal, procure observar alguns detalhes como cor, formato, tamanho.  Isso porque a identificação do animal é de extrema importância para o tratamento, uma vez que dependendo da espécie, o veneno pode até levar à morte, caso não seja tratado com o soro específico.