DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘ratos

Palestra alerta sobre a relação entre o lixo e as doenças

leave a comment »

educandario 1

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Crianças do Educandário Maria Goretti conheceram, por meio de palestra realizada pelo Centro de Controle de Zoonoses, um pouco mais sobre o perigo de descartar lixo em local incorreto. A palestra foi feita a convite do Grupo de Veterinários pela Ética. Além de transformar terrenos e praças em lugar inapropriado para recreação, o lixo serve de alimento para animais como ratos, cobras e escorpiões colocando a saúde da população em risco. Sem contar que potes, copos e plásticos de todo tipo, jogados nesses locais, acabam virando criadouros para o Aedes aegypti, o mosquito que transmite dengue, zika e chikungunya.

Os alunos conheceram maneiras de prevenção contra várias doenças e assim podem repassá-las aos pais garantindo uma melhor qualidade de vida, mantendo o lixo armazenado em local correto. Para ilustrar a apresentação o CCZ expôs aos alunos seu acervo de animais peçonhentos. Os funcionários do educandário também compartilharam dessa experiência. A atividade foi encerrada com o médico veterinário Ricardo Camargo que falou sobre a equoterapia e todos os benefícios que ela pode trazer no tratamento para crianças portadoras de necessidades especiais. As crianças ganharam desenhos relacionados ao tema para pintar.

Anúncios

Zoonoses faz trabalho de prevenção em escolas

leave a comment »

Setenta e cinco crianças do programa Educação Integral, da Escola Sylvio de Araújo receberam a equipe da Zoonoses para conhecer um pouco mais sobre o perigo que representa o acúmulo de lixo em local inapropriado e também a presença de criadouros dentro das casas que podem facilitar a reprodução do mosquito Aedes aegypti.

Posse Responsável foi o tema da palestra direcionada aos alunos do Projeto Flores. O cuidado com animais domésticos foi ressaltado durante a apresentação. A Zoonoses sempre alerta sobre a necessidade da castração em cães e gatos e na atenção que se deve dar a aplicação de vacinas contra a raiva e outras doenças.

O Centro de Controle de Zoonoses esteve também na empresa Agroceres passando orientações aos funcionários sobre formas de prevenção contra doenças transmitidas por ratos e mosquitos. Também foram expostas, durante 3 dias de palestras, maneiras de evitar acidentes com animais peçonhentos como escorpiões e cobras. Muitas das doenças acontecem por conta do armazenamento incorreto do lixo orgânico e devido ao lixo jogado pelas ruas e terrenos da cidade, formando mini-lixões. Nesses locais muitos animais nocivos saem em direção às casas colocando a saúde das pessoas em risco. A Agroceres já possui brigadas de combate para eliminação de criadouros do Aedes aegypti cujas inspeções são realizadas semanalmente.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

USF SANTA ELIZA EM CAMPANHA CONTRA LIXO E DOENÇAS RELACIONADAS

leave a comment »

Andando pelas ruas da cidade, independente do bairro, encontramos lixo jogado  irregularmente pela própria população em praças, ruas, terrenos.

O problema não é apenas a paisagem feia, são as consequências que este descarte gera, como a atração de animais peçonhentos, ratos, baratas e com eles as zoonoses relacionadas: dengue, leptospirose, entre outras.

O Centro de Controle de Zoonoses tem realizado palestras sobre o tema em escolas, empresas, projetos, igrejas na tentativa de conscientizar cidadãos para prevenir diversas doenças.

O bairro Santa Eliza registra alguns casos positivos de Dengue, escorpiões e claro, muito lixo espalhado pelos terrenos.

Profissionais de saúde da USF Santa Eliza preocupados  com a saúde dos moradores, convidaram equipe de educação do CCZ para orientação ao público atendido através da palestra: Lixo = Bicho – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo e decoraram a unidade com informações relativos ao tema.

Parcerias que podem mudar hábitos, deixar o local onde moramos mais bonito e principalmente, mais saudável.

CCZ TEM NOVO TEMA DE PALESTRA

leave a comment »

A Fundação Municipal de Saúde, através de sua equipe de educação e informação do CCZ, está ministrando a palestra: Lixo = Bicho – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo – em escolas, igrejas, projetos, unidades de saúde.
Apenas no último mês, Solange Mascherpe e Daiana Carolina Joaquim  já levaram informações sobre os problemas relacionados ao lixo, para mais de 2.000 pessoas.
O objetivo é a conscientização do público sobre as doenças geradas e a diminuição de materiais descartados por ruas e terrenos da cidade.
Colabore: jogue lixo apenas em locais corretos.

CCZ NA SIPAT PERFORTEX

leave a comment »

A Empresa Perfortex Tintas, iniciou a semana de SIPAT e o CCZ esteve presente com a palestra LIXO= BICHO – Animais e doenças relacionadas ao descarte incorreto de lixo.

Com o grande enfrentamento de lixo jogado em ruas e terrenos da cidade,  a palestra tem o intuito de conscientizar as pessoas sobre o perigo que o descarte inadequado causa à saúde publica.

Jogar lixo nos terrenos favorece a proliferação de diversos bichos, insetos e animais peçonhentos. Basta um recipiente plástico jogado em um terreno, para que seja formado um verdadeiro criadouro de mosquitos da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre amarela.

Lixos atraem  ratos,  baratas e consequentemente  outros animais que alimentam-se destes, como  cobras,  escorpiões, entre outros; aumentando assim o número de acidentes com animais peçonhentos e a transmissão de diversas zoonoses.

É necessário  investir na conscientização da população a respeito da importância de adotar uma postura adequada em relação ao descarte de lixo.

 

 

 

PROJETO ADRA E ANIMAIS PEÇONHENTOS

leave a comment »

Lixo descartado incorretamente além de servir de criadouros de mosquitos, atrai baratas, ratos que servem de alimento para cobras  e  insetos que servem de alimentos para aranhas e escorpiões.

Preocupados com a proximidade destes animais em área urbana, o Centro de Controle de Zoonoses realiza palestras para informar e  prevenir acidentes com estes animais  que causam problemas  nas famílias e na saúde pública.

Na última terça feira, dia 15, alunos e funcionários do Projeto ADRA –  Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais = Núcleo Rio Claro – receberam através das representantes do CCZ,  Solange Mascherpe e Daiana Carolina Joaquim, uma série de palestras sobre o tema Animais Peçonhentos.

Além das informações, os presentes tiveram a oportunidade de conhecer os principais animais peçonhentos recolhidos nas residências da cidade e receberam folhetos com sintomas resultados do contato com estes animais.

Em caso de acidente com Animais Peçonhentos, a vítima deve procurar imediatamente o Pronto Atendimento da Santa Casa, onde receberá socorro e o soro específico.

Evite estes bichos jogando lixo em locais corretos.

 

 

 

CCZ é chamado para captura de peçonhentos

leave a comment »

Peçonhentos Sind Rural (16)

Animais peçonhentos próximos a residências, escolas e indústrias são sempre uma preocupação para o Centro de Controle de Zoonoses. Todo mês o CCZ fecha relatório com números de capturas de cobras, escorpiões e aranhas e também de orientações passadas aos munícipes para evitar acidentes.

Em maio uma cobra coral falsa foi capturada em uma empresa e solta em região de mata. No Jardim Santa Elisa houve solicitação por conta do surgimento de aranhas, assim como no Parque Universitário e Cidade Nova. Nos bairros São Miguel e Vila Alemã a Zoonoses deu orientação para controlar a população de caramujos. Já no bairro Santana os pombos são um problema para os moradores. Em todos esses casos o CCZ faz a visita ao solicitante e procura a melhor forma de resolver o problema.

No caso dos pombos, responsáveis pela transmissão de várias doenças, um dos grandes desafios é convencer as pessoas a não alimentarem essas aves. Essa atitude só favorece a superpopulação e dificulta o controle da espécie. Os pombos podem transmitir doenças graves como a Criptococose, Histoplasmose, Salmonelose, Ornitose, Toxoplasmose, Dermatites, Alergias, Psitacose e Tuberculose.

O serviço de atendimento para relato do surgimento de animais peçonhentos é realizado através do telefone da ouvidoria 3526-7105. A solicitação é enviada a Zoonoses, responsável pela captura ou orientação. Para solicitar palestras em escolas e empresas sobre o tema, ligue 3535-4441 ou 3533-7155.