DENGUE: SE VOCÊ AGIR, PODEMOS EVITAR

Posts Tagged ‘água

Calhas podem esconder ovos do Aedes aegypti; saiba como limpar

leave a comment »

 

Todo mundo já sabe que o mosquito Aedes aegypti gosta de água parada, limpa ou suja, onde pode se reproduzir. Os ovos colocados por ele podem ficar até 450 dias no seco, ou seja, sobrevivem por mais de um ano até chegar o próximo período de chuvas. Após a eclosão, formam-se as larvas e depois mais mosquitos. Um local que é potencial criadouro do mosquito da dengue são as calhas. Por isso, elas não devem passar despercebidas durante a sua vistoria em casa.

Como fazer a limpeza das calhas?

  • Acesse a calha utilizando uma escada adequada, com boa estabilidade e que ofereça segurança;
  • Nunca apoie diretamente na calha, pois ela pode ceder ou até mesmo quebrar, causando um acidente doméstico. Uma dica é ter um ajudante para segurar a calha durante a limpeza;
  • Use uma luva para tirar a sujeira mais grossa, como folhas, galhos e resíduos sólidos, e coloque tudo em um balde. Com uma pá e pincel, remova poeiras e areia, por exemplo;
  • Conforme fizer a limpeza, desça da escada e mova-a para o lado, evitando se debruçar na calha, pois é perigoso;
  • Identifique se há pontos de água parada na calha. Além de convidativa para o mosquito da dengue, isso danifica a pintura. Elimine a água e verifique as causas do acúmulo. O indicado é que a calha esteja posicionada de forma que a água jamais fique acumulada. Se já estiver instalada corretamente, é possível que sua calha esteja obstruída;
  • Para checar se há obstruções, bata levemente ao longo da calha e preste atenção ao som. Sons mais agudos geralmente indicam que a passagem está livre, já o som similar a um baque pode indicar que obstrução;
  • Se encontrar os ovos ou larvas do Aedes aegypti, elimine o foco e esfregue a calha com bucha, água e sabão;
  • Faça o teste final da limpeza nos condutores, que é o cano que leva a água para baixo. Ligue a mangueira e deixe o jato ligado até limpar a superfície, removendo todos os detritos restantes. Se estiver muito suja, jogue água com sabão neutro.

 

As calhas exigem manutenção regular mensal ou quinzenal, principalmente se estiverem próximas de locais com árvores. As folhas e galhos são as principais causas do acúmulo de água, tornando o local um potencial criadouro do Aedes aegypti. Se tiver dificuldade na limpeza, contrate um profissional, mas não deixe de vistoriar a sua calha frequentemente. (Fonte- G1)

Anúncios

Written by I.E.C - CCZ

11/06/2019 at 8:31 am

EMPRESAS ORGANIZAM BRIGADISTAS CONTRA DENGUE

leave a comment »

 

Neste momento em que várias cidades sofrem com surtos e epidemias de Dengue e  suspeitos aumentam diariamente, a necessidade de ações para evitar a  transmissão da doença  é fundamental.

Procurar e  eliminar qualquer local ou quantidade de água parada se faz necessário em nossas casas, locais de trabalho ou lazer.

A Fundação de Saúde, através do Centro de Controle de Zoonoses orienta funcionários das empresas através de palestras e  trabalhos preventivos.

Uma das orientações da equipe de Informação e Educação do CCZ é a organização de Brigadistas contra o Aedes e  algumas empresas já se mobilizaram neste sentido, treinando trabalhadores para eliminação de criadouros no local de trabalho e levando estas ações para suas residências.

A empresa Agroceres realizou ciclo de palestras e organizou equipe de brigadistas que realizam a busca e retirada de criadouros semanalmente dentro dos prédios, nos objetos de trabalho e na área externa.

Parabéns à direção da empresa e colaboradores que,  com apenas alguns minutos semanais,  auxiliam na eliminação dos “berços” de mosquitos transmissores da Dengue, Zika, Chikungunya e Febre Amarela; iniciativa que deve ser seguida por todos nós.

 

 

 

ZOONOSES MARCA PRESENÇA EM AÇÃO EDUCATIVA NO JARDIM DAS NAÇÕES

leave a comment »

No último sábado,  27 de abril, a equipe do Centro de Controle de Zoonoses esteve no conjunto habitacional Jardim das Nações I, juntamente com outras secretarias municipais ,  para a realização de uma manhã  sócio educativa com as crianças.

A vidraria com os Animais Peçonhentos e a confecção de máscaras foi a atração do evento, que recebeu em média 250 crianças.

O Boneco Cabeção, também esteve presente conversando e brincando com as crianças.

As crianças foram orientadas do perigo da dengue em nosso município,  como agir ao encontrar com algum animal peçonhento e o que fazer caso seja picado.

SECRETARIAS MUNICIPAIS REALIZAM AÇÕES EDUCATIVAS NO JD. DAS NAÇÕES

leave a comment »

Com  iniciativa da Secretaria da Habitação, Secretarias Municipais em parceria estarão   no próximo sábado, 27, no Jardim das Nações , no bairro Terra Nova,  realizando Atividades Educativas para moradores.

A Fundação Municipal de Saúde através do Centro de Controle de Zoonoses estará presente com o Boneco Cabeção chamando atenção para prevenção aos mosquitos, orientações e exposição de animais peçonhentos, folhetos informativos e confecção de máscaras.

A Secretaria de Cultura realizará a Feira do Livro com trocas, doações e  pinturas.

No espaço Saúde,  a Faculdade Asser além de  aferição de pressão e testes rápidos para glicemia, oferecerá acompanhamento clínico para moradores que tiverem resultados alterados nos exames realizados no local.

Os organizadores estarão aplicando questionários  sobre  a vontade  dos condôminos em relação às ações educativas e esportivas no local.

O evento será realizado das 9 às 11:30h na Área de Lazer do Condomínio.

 

 

 

GRUPO DE VETERINÁRIO PELA ÉTICA E CCZ ORIENTAM CRIANÇAS

leave a comment »

Os problemas gerados por descarte incorreto de lixo em ruas, terrenos e quintais, são frequentes em todos os bairros da cidade.

O Centro de Controle de Zoonoses a convite do Grupo de Veterinários pela Ética , ministrou a palestra Lixo = Bicho para as crianças do Educandário Maria Goretti  , onde foram  abordados os diversos animais e doenças resultados destes descartes e formas de prevenção.

Solange Mascherpe e Daiana Carolina Joaquim, funcionárias do setor de Informação e Educação do CCZ realizaram as palestras nos períodos da manhã e tarde e após as apresentações as crianças e funcionários tiveram a oportunidade de conhecer sobre Equoterapia com o médico veterinário Ricardo Camargo e realizaram  pinturas sobre o tema.

Exemplares de animais peçonhentos expostos após as palestras,  foi a grande atração para a criançada.

Alunos da E.E Prof. João Negrão participam de palestra sobre Lixo=Bicho

leave a comment »

Escola Estadual Professor João Negrão recebeu a equipe de Educação e Informação do CCZ.

Cerca de 300  alunos do Ensino Fundamental II e Ensino Médio participaram da palestra Lixo=Bicho.

Com o crescente numero de casos de dengue em Rio Claro é preciso orientar as crianças e alertá-las dos perigos que o lixo depositado a céu aberto em locais impróprios,  podem trazer para nossa saúde.

Copinho, pneu, lata, garrafa, embalagem plástica, sacolinha, tampinha, pote, tudo isso serve de berço para o mosquito Aedes aegypti.

Restos de comida atraem roedores, que acabam atraindo cobras.

Moscas e insetos atraem aranhas, baratas atraem escorpiões.

Esses bichos acabam procurando abrigo dentro das nossas residências colocando em risco nossa saúde.

Também foram ressaltados com os alunos, os principais sintomas da dengue e o que deve ser feito caso apresentem os sintomas.

SESI RIO CLARO RECEBE ORIENTAÇÕES DO CCZ

leave a comment »

Densidade larvária e epidemia de Dengue em cidades próximas, aumentam preocupações e orientações.

Com grande número de criadouros e larvas nas residências, o município encontra-se em estado de Alerta para o perigo de nova epidemia.

O Centro de Controle de Zoonoses tem realizado além de seus trabalhos diários, mutirões nos finais de semana para auxiliar moradores na retirada de criadouros de mosquitos em  suas casas, ruas e terrenos.

Os trabalhos informativos como  palestras,  tem sido ampliados nos  locais com grande circulação de pessoas como: escolas, hospitais, cemitérios, empresas. Nestes locais, as equipes de limpeza são  grandes parceiras no  auxílio para eliminação de locais com água parada.

Atendendo solicitação do setor de informação e educação do CCZ, o SESI Rio Claro convocou funcionários das equipes de Manutenção, Cozinha, Esporte / Lazer, Cultura e Pedagógico para  palestra sobre o  Aedes aegypti que foi realizada pela chefe de núcleo de zoonoses, Solange Mascherpe, sobre o vetor, criadouros, doenças, sintomas e prevenção.

Novas palestras serão agendadas para alunos da instituição.

Esta parceria é fundamental para o controle do mosquito e assim, evitar-se novas epidemias.